explicação Carlinhos Maia se explica após polêmica sobre suicídio: 'Não incitei nada'

Por: Uai - Estado de Minas

Publicado em: 04/09/2019 08:19 Atualizado em:

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Carlinhos Maia foi às redes sociais comentar uma polêmica envolvendo seu nome. Desde o último domingo, o youtuber foi acusado por internautas de ter incentivado um seguidor ao suicídio, durante um story no Instagram. Em um trecho selecionado do vídeo, Carlinhos era visto dizendo: "Eu vejo meninos aqui com 16 anos me mandando 'eu quero me matar'. Vai, ô imbecil, vai se matar porque você nem começou a vida ainda". 

Carlinhos foi a público na segunda-feira e disse que sua fala foi deturpada e que sofre uma perseguição nas redes sociais por grupos organizados. "Em momento nenhum, para quem não entendeu, para quem achou que eu estava incitando (o suicídio). Eu fiz uma reflexão sobre não desistir na primeira pancada. Não tem nada a ver com depressão. Em momento nenhum falei sobre depressão, o assunto não era esse”, justificou.

Carlinhos ainda ressaltou que sua fala ficou distorcida: “Cortaram um pedaço que ficou parecendo que estava respondendo um garoto que veio falar para mim que queria se matar, enquanto eu estava falando de um todo, de pessoas que não sabem aceitar um tombo e não de quem tem distúrbios psicológicos”.

Irritado, o humorista também se defendeu apontando que um grupo de pessoas organizadas criam contas “fakes” para editar sua fala e incitar polêmicas: “Existe um grupo de perseguição que é pago para derrubar a reputação. Por favor, não acreditem e não se deixem levar por esse grupo”.

Histórico
O humorista ganhou repercussão no começo do ano após empreender uma verdadeira briga pública com o youtuber Whindersson Nunes. Entre alfinetadas com o outro humorista, Maia chegou até mesmo a sair das redes sociais. Contudo, acabou pedindo desculpas públicas para encerrar a história.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.