Música 'Busco o universal que há no regional', diz Marília Parente sobre seu disco de estreia

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/09/2019 14:28 Atualizado em:

A artista apresenta seu olhar íntimo sobre Exu. Fotos: Renê Porfírio/divugação
A artista apresenta seu olhar íntimo sobre Exu. Fotos: Renê Porfírio/divugação
 
No lançamento do seu primeiro álbum autoral, a cantora e compositora pernambucana Marília Parente parte da cultura local para ativar o que há de universal na canção. O show de lançamento do disco Meu céu, meu chão e seus cacos de vidro será realizado nesta quinta-feira (5), no palco do Teatro Arraial Ariano Suassuna, rua da Aurora.
 
Nas composições, a artista apresenta seu olhar íntimo sobre Exu, cidade em que viveu sua infância e terra do seu conterrâneo Luiz Gonzaga. Novenas, vaqueiros, aboios, rezadeiras do Cariri, influências de nomes como Elba Ramalho, Dominguinhos, Geraldo Azevedo e Marinês habitam o mesmo espaço que lendas da música internacional como Bob Dylan, Black Sabbath, Beatles, Beach Boys.
 
“As canções que escolhi para o disco fotografam a forma como vejo o momento que a gente está passando no país e desafiam os limites do que é sertão e do que é cidade. Busco o universal que há no regional e o universal nunca precisou tanto da espiritualidade, da verdade e da organicidade do regional. Essa é nossa esperança. Quero que minha geração volte a sonhar”, comenta Marília.
 
A obra está em produção desde 2017, quando Marília deixou o Coco Raízes do Capibaribe, com quem chegou a se apresentar em festivais locais e gravar um EP. O projeto atual conta com produção de D’Mingus e Juvenil Silva (guitarra e segunda voz), além das guitarras de Regis Damasceno (Cidadão Instigado) e das violas do Feiticeiro Julião. Gil R assume a bateria e Diego Gonzaga toca o baixo.
 
SERVIÇO
Marília Parente lança o álbum Meu céu, meu chão e seus cacos de vidro
Quando: Quinta-feira (5), às 20h
Onde: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista)
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada)    


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.