Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Viver

Show

Bon Jovi desfila sucessos para plateia apaixonada no Arruda

Publicado em: 23/09/2019 00:47 | Atualizado em: 23/09/2019 08:05

Banda americana fez sua primeira apresentação em Pernambuco. Foto: Paulo Paiva/DP
A banda norte-americana Bon Jovi selou seu nome na lista dos grandes shows realizados em Pernambuco, na noite deste domingo, no estádio do Arruda. O grupo apresentou um repertório que seguiu a tradição dos shows anteriores da turnê This house is not for sale. Alguns sucessos como Always e Misunderstood ficaram de fora. O ápice foi (previsivelmente) o clássico Livin’ on a prayer, tocada no encerramento. A banda Goo Goo Dolls ficou responsável pela abertura.

Contrariando boatos de que os ingressos “encalharam”, todas as áreas do Arruda estavam relativamente cheias. Quem optou pela pista premium conseguiu assistir com certo conforto, pois havia espaço suficiente. O público da arquibancada também teve uma ótima vista do palco, pois a estrutura foi montada com maior proximidade dos bancos - diferente, por exemplo, do show de Paul McCartney em 2012. O perfil do público agregava fãs e consumidores da época de ápice da banda, mas também admiradores mais jovens.

O Goo Goo Dolls entrou às 19h30, com a música I’m waiting for you. O público até vibrou, mas no geral assistiu de forma contemplativa aos 60 minutos da apresentação. Mesmo sem um repertório arrebatador, eles apresentaram um show elogiável. “Obrigado por virem. Estamos muito gratos por estarmos aqui esta noite. Obrigado também ao Bon Jovi, pois essa é uma grande oportunidade para qualquer banda”, disse o vocalista. Era perceptível a felicidade dos músicos. Quando comentou que estava sentindo muito calor, uma breve chuva hidratou o público.

Como esperado (e dito pelo vocalista em entrevista publicada no Diario no começo do mês), a faixa Iris foi o ponto alto do show do Goo Goo. Nos primeiros acordes do hit que conquistou diferentes gerações, já era possível ver uma multidão de celulares filmando em todo o estádio. As arquibancadas se iluminaram.

Enquanto o Goo Goo Dolls se apresentava, os instrumentos do Bon Jovi já estavam montados, mas cobertos com uma lona preta. Isso facilitou a troca das bandas. O espetáculo principal começou pontualmente às 21h, com This house is not for sale, faixa-título do álbum que dá nome à turnê. Vestindo uma jaqueta com o símbolo da banda (um coração entrecortado por uma espada), Jon Bon Jovi esbanjou carisma e provou ser um grande performer, como no número Lost highway.

“Vocês são quentes do jeito que eu gosto”, disse, antes de apresentar You give love a bad name e Roller coaster. O vocalista chegou exigir mais barulho do público antes de cantar Runaway. Afirmou que só iria cantar as “antigas” se ouvisse furor. Seguiram It’s my life, Have a nice day, Bed of roses e Lay your hands on me. Entre os clássicos, uma surpresa: David Bryan, o tecladista, cantou a romântica In your arms. Os fãs mais fiéis piraram.

Outra surpresa foi quando uma fã subiu no palco e abraçou Jon, passando mais de um minuto com o ídolo. Ela não foi impedida por nenhum segurança, encorajando outra a fazer o mesmo. O artista correspondeu o carinho com simpatia. Após apresentar a banda, seguiu o bloco final com Wanted dead or alive, Bad medicine e músicas menos conhecidas pelos fãs, fugindo das expectativas de uma sequência arrebatadora no final. Ainda houve um coro por Always, mas sem retorno dos músicos.

“Obrigado pelo suporte em todos esses anos. Já viajamos com essa turnê desde 2017, e quero que vocês saibam que temos um novo material. Em breve estaremos nos vendo de novo com um novo disco. Esse álbum se chama Tony Tony, e queremos muito compartilhá-lo com vocês”, disse Jon.

REPERTÓRIO:

1. This House Is Not for Sale
2. Born to Be My Baby
3. Lost Highway
4. Knockout
5. You Give Love a Bad Name
6. Roller Coaster
7. Whole Lot of Leavin'
8. We Weren't Born to Follow
9. Runaway
10. It's My Life
11. In These Arms (David Bryan on vocals)
12. Have a Nice Day
13. Keep the Faith
14. Amen
15. Bed of Roses
16. Lay Your Hands on Me
17. We Don't Run
18. Wanted Dead or Alive
19. I'll Sleep When I'm Dead
20. Bad Medicine

Bis:
21. Blood on Blood
22.  Livin' on a Prayer
TAGS: pernambuco | diario | arruda | recife | show | jovi | bon |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Maria, mãe de um povo ferido
Confira a estreia do programa In set
Educação humanizadora e não violência nas escolas
João e os 50 anos de colunismo social
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco