Literatura Bienal do Livro de Pernambuco tem 'resistência' como temática. Confira a grade

Por: André Santa Rosa - Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/09/2019 14:46 Atualizado em: 12/09/2019 17:08

A coletiva foi realizada nesta quinta-feira (12). Foto: Lula Portela/Divulgação
A coletiva foi realizada nesta quinta-feira (12). Foto: Lula Portela/Divulgação
 
A Bienal Internacional do Livro de Pernambuco é o ápice da celebração da literatura no estado. O evento de grande imersão cultural chega a sua décima segunda edição com o tema: “Histórias para Resistir”. Em um momento de crise do mercado editorial e das instituições culturais como um todo, o conhecimento e os espaços das artes e cultura se tornaram a linha de frente na resistência aos desmontes. A Bienal ocupa a Centro de Convenções de Olinda de 4 a 13 de outubro, com atividades, estandes, oficinas, palestras e homenagens ao poeta pernambucano Solano Trindade e o escritor cearense Sidney Rocha.
 
A Bienal de Pernambuco será diversa em temáticas e segmentos. “Temos o desafio de interpretar a literatura como uma arte mãe. Pensar nas articulações entre ela e outras artes”, explica Guilherme Robalinho, um dos produtores do evento. Buscando abarcar esse diálogo, a bienal será “dividida” em 7 espaços: Artist Alley, com mais de 24 quadrinistas e ilustradores; Bienalzinha, dedicada ao público infantil; Auditórios Círculo das Ideias, espaço com palestras e debates; Palco Além das Letras, com apresentações artístico-culturais; Espaço Alquimia, com uma programação multidisciplinar para estudantes;  Plataforma de Lançamentos - Be Geek, destinado a lançamentos de livros e para cultura geek e Por fim, a Sala de Oficinas. 
 
Com curadoria de Schneider Carpeggiani, a edição parte do mote de pensar as narrativas como afetos de resistência. Solano Trindade, um dos homenageados, é um dos pioneiros na literatura afro-brasileira. Na sexta-feira (8), às 17h, a obra do poeta estará em pauta na palestra com Muniz Sodré, um dos maiores sociólogos do Brasil. “Solano é um ícone na luta pela civilidade, então levantar a memória de uma figura tão digna é muito propício neste momento atual de déficit de educação”, explica Sodré.
 
om curadoria de Schneider Carpeggiani, essa edição da bienal, parte do mote de pensar as narrativas como afetos de resistência. Foto: Bernardo Dantas/ DP/D.A Press
om curadoria de Schneider Carpeggiani, essa edição da bienal, parte do mote de pensar as narrativas como afetos de resistência. Foto: Bernardo Dantas/ DP/D.A Press
 
Para Rogério Robalinho, da Cia de Eventos, as dificuldades para produzir o evento foram maiores por conta dos cortes nos financiamentos. “Tivemos orçamento reduzido, assim como todas as bienais do país. Usar a criatividade foi muito importante para o evento sair do papel”, ele conta. Além de ressaltar os efeitos das novas políticas de estado, o produtor repudiou o acontecimento na Bienal do Rio, quando agentes do estados confiscaram livros com temática ou personagens LGBT. Ainda assim, comentou que não tem medo do mesmo acontecer na bienal pernambucana.
 
Outro ponto de destaque do evento é a sua parceria com a MOPI (Mostra de Publicações Independentes). O espaço contará com a colaboração de mais de 20 editoras independentes, que produzem livros artesanais, com o arcevo de mais de 170 títulos de artistas independentes. Entre os debates promovidos pela MOPI estão temas como “Poesia na sala de aula” e “Escritoras negras: o poema quebrando com os silenciamentos”. A organização do evento explica que além de proporcionar um acervo diferente de livros para o público, esse tipo de parceria fortalece a linha de frente do mercado editorial, em um momento que as grandes corporações do setor estão em crise. 
 
Ao todo o evento terá mais de 120 horas ininterruptas de atividades, para crianças, jovens e adultos, conectando diferentes linguagens e apresentando um mix de expositores diversificado, de uma forma nunca antes vista no evento. Uma programação que exprime de forma bem clara que a promoção do objeto mágico “livro” é essencial, mas que o maior comprometimento da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco é com a geração de conhecimento e com a facilitação do acesso do público a inéditos e deliciosos saberes.
 
Confira os destaques da programação: 
05/10 – 17h: Leia Mulheres apresenta: Ana Maria Gonçalves (autora de "Um Defeito de Cor").
05/10 - 18h30: Luis Nassif comenta a biografia "Walther Moreira Salles".
06/10 – 15h: Encontro com Isabela Figueiredo – Os 10 anos de “Caderno de memórias coloniais”.
06/10 – 16h30: Conversa com a historiadora Heloisa Murgel Starling sobre seu livro
“Ser Republicano no Brasil”.
07/10 – 11h: “Tradição Oral, Literatura infantil e Mídias Sociais - A Representatividade Negra em Novos Formatos” com Kemla Baptista.
07/10 – 13h: “Literatura Pernambucana - Uma Disciplina Necessária” com Roberto
Queiroz.
08/10 – 16h: O filósofo francês Grégoire Chamayou fala sobre seu mais recente livro "A sociedade ingovernável".
08/10 – 17h: Homenagem a Solano Trindade: palestra do jornalista e sociólogo Muniz Sodré.
09/10 – 19h: Debate sobre o livro "1987 - De fato, de direito e de cabeça" de André
Gallindo e Cassio Zirpoli, com Homero Lacerda, Francisco José e Celso Ishigami.
10/10 – 13h30: "Escritoras negras: o poema quebrando com os silenciamentos" com
Bell Puã, Inaldete Pinheiro, Odailta Alves e Patrícia Naia.
11/10 – 17h: Artur Xexéo: Uma conversa sobre o jornalismo cultural e a cultura de
celebridades no Brasil.
12/10 –16h: Literatura fantástica com André Vianco.
12/10 – 17h30: “K-pop-Manual de sobrevivência” encontro com Babi Dewet.
13/10 – 15h: "Teatro completo de Ariano Suassuna" com Carlos Newton Júnior.
 
Palco Além das Letras
05/10 – 17h: “Sarau Elas e as Letras” com Aldirene Máximo.
06/10 – 14h30: Aulas de ballet baby class com Adriana Dutra.
07/10 – 10h: Performance Poética “Manuel Bandeira” com Escola Municipal Pedro
Augusto.
10/10 – 19h: Lançamento do Livro Coesia, de Manuca Almeida (in memoriam), palestra
com Lu Almeida e Dandara Almeida, apresentações artísticas de Jorge de Altinho e
Maciel Melo.
12/10 – 14h: Workshop de K-POP com Giovana Dantas (5seasons) e apresentações dos grupos 5seasons Dance Team, T.B.A Dance Group, Jjang Dance Group, UNnamed e
Projeto Órion.
13/10 – 17h: Batalha do Terminal (final).
 
Plataforma de Lançamentos – Be Geek
05/10 – 10h: Lançamento
Título: POP UP Frevo e POP UP Maracatu - Autor: Erick Vasconcelos.
05/10 – 11h: Lançamento
Título: Ominíbú: Maternidade Negra em um Defeito de Cor - Autora: Fabiana Carneiro da Silva.
06/10 – 17h: Lançamento
Título: Para todas as pessoas intensas - Autor: Iandê Albuquerque.
06/10 – 21h: Lançamento
Título: “Graça Araújo - Resistência, Resiliência e Comunicação” - Autor: Jorge Arruda.
07/10 – 16h30: Lançamento
Título: Negra Sou: a ascensão da mulher negra no mercado de trabalho - Autora:
Jaqueline Fraga.
11/10 – 17h: Bate-Papo com a autora Clarice Freire.
 
Sala de Oficinas
05/10 – 18h: “Como nasce um Podcast?” com Vanessa Moura, Bruno Coelho e Thiago Miro (Olar Para Todos).
06/10 – 10h: Mesas de RPG com Guilda Tubarão.
07/10 – 13h: "Mulheres e Literatura" c/ Aldirene Máximo.
08/10 – 13h: “Mulheres Negras, empreendedorismo e liderança” com Beca
Nascimento.
08/10 – 15h: Digitalgirls: Empoderamento Feminino (Secretaria de Educação do
Recife).
08/10 – 13h: “A poesia contemporânea de autoria negra” com Lubi Prates.
12/10 – 16h: Oficina de criação de personagens c/ Philippe Marabá, Patrick Sena, Alexandre Guilherme de Farias.
13/10 – 13h: “Grandes histórias em pequenos contos: como escrever minicontos” com Severino Rodrigues.
 
Espaço Alquimia
05/10 – 14h: “Movimento pendular e os saltos do Homem Aranha” com Patricia
Façanha (Alquimia Geek).
07/10 – 10h: “Cinética das reações químicas - magia por trás de todas as explosões do
cinema” com Antenor Parnaiba (Alquimia Geek).
07/10 – 19h: “Orçamentos e planejamento - ferramentas que podem mudar o
desempenho de sua empresa” com Emmanuelle Lorena (Lorena Engenharia).
08/10 – 17h30: “Qualidade de vida - técnicas de reiki” com Pierriza Diniz.
09/10 – 16h: “Técnica de gravação de youtube - para técnicos e profissionais” com
Multiverso Cultural.
11/10 – 10h: “Figuras geométricas planas: os jogos das cartas de Gambit - X-MEN” com Karla Adriana (Alquimia Geek).
12/10 – 12h30: “Redes Sociais - ferramenta de negócios” com Marcelo Gomes
(Nerdezaria).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.