Bons Sons Álbum Live and Loud é réquiem para Kurt Cobain, o último rock star Coluna também traz lançamentos de Lana del Rey, Tool, Parsnip e James Carter

Por: Gabriel Trigueiro

Publicado em: 02/09/2019 18:09 Atualizado em:

Live and Loud foi disponibilizado em streaming, YouTube e vinil. Foto: MTV
Live and Loud foi disponibilizado em streaming, YouTube e vinil. Foto: MTV

O célebre show gravado pelo Nirvana em dezembro de 1993 para o programa Live and Loud, da MTV, foi disponibilizado nas plataformas de streaming, no canal da banda no YouTube e também em disco de vinil. Apresentado em Seattle, cidade-base do trio que se tornou a quintessência do rock da década de 1990, o concerto centra fogo no álbum In utero, lançado exatos três meses antes. 


As canções Serve the servants, Rape me, Scentless apprentice, All apologies, Heart shaped box e Pennyroyal tea são todas oriundas desse terceiro disco de estúdio da banda, que foi às lojas numa versão readequada às exigências da gravadora porque a primeira foi considerada anticomercial demais.

A apresentação também inclui músicas dos álbuns Bleach (1989) e Nevermind (1991) - esse último responsável por alçar o Nirvana ao megaestrelato. Com 17 faixas, Live and Loud integra a santíssima trindade dos registros ao vivo do grupo, juntamente com MTV unplugged, gravado em Nova York, também em 1993, e o show no Festival de Reading, na Inglaterra, no ano anterior.

Três live albums que mostram a competência no palco do baixista Krist Novoselic e do baterista Dave Grohl (mais conhecido das novas gerações como voz e guitarra do Foo Fighters), além da genialidade do cantor, guitarrista e compositor Kurt Cobain (1967-1994), a última grande estrela do rock.

 

CURTAS 


O melhor momento de Lana?

Norman fucking Rockwell (ou NFR!) é o sétimo e talvez melhor álbum da cantora norte-americana Lana del Rey até agora. As já conhecidas letras intimistas compostas sem nenhuma censura se somaram a uma maior riqueza musical nos arranjos que mesclam trip hop, R&B e jazz.

Tool reaparece 13 anos depois
A cultuada banda de alt-metal encerrou a espera de seus ouvintes com o lançamento de Fear inoculum, primeiro álbum de estúdio em mais de uma década.

Novos ares na cena indie
When the tree bears fruit, disco de estreia da banda Parsnip, diz a que veio com melodias bem trabalhadas em meio a uma musicalidade ironicamente infantiloide. 

Django revisitado
Uma ótima dica para quem curte jazz de primeira é o novo álbum do saxofonista James Carter, que revisita Django Reinhardt em Live from Newport Jazz

 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.