OSCAR 2020 A vida invisível, de Karim Aïnouz, vai representar o Brasil na disputa do Oscar

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/08/2019 12:37 Atualizado em: 27/08/2019 13:43

Foto: Bruno Machado/Divulgação
Foto: Bruno Machado/Divulgação

A vida invisível, do cearense Karim Ainouz, vai representar o Brasil no Oscar 2020. A informação foi anunciada pela Academia Brasileira de Cinema, em coletiva de imprensa, nesta terça-feira. O filme foi selecionado entre 12 concorrentes brasileiros, desbancando Bacurau, dos pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. 


O longa segue, agora, na disputa para garantir a categoria de Melhor Filme Internacional no Oscar, nova designação para o prêmio de melhor produção em língua estrangeira. O resultado será divulgado no dia 13 de janeiro, em Los Angeles. A última vez em que o Brasil concorreu nesta modalidade foi em 1999, com "Central do Brasil, dirigido por Walter Salles e estrelado por Fernanda Montenegro. 

O comunicado aconteceu após uma reunião dos especialistas responsáveis pela seleção, formada por membros indicados pela Academia Brasileira de Cinema: Anna Muylaert (presidente), Amir Labaki, Sara Silveira, David Shurmann, Ilda Santiago, Mikael de Albuquerque, Vania Catani,  Walter Carvalho, Zelito Viana e na presença  de Jorge Peregrino, presidente da Academia.

 

O drama do diretor cearense já tinha levado o prêmio de melhor filme da seção Um Certo Olhar, que integra a seleção oficial do Festival de Cannes. Além dos títulos de Melhor Fotografia e Melhor Filme (voto do público) no Festival de Cinema de Lima (Peru), e o CineCoPro Award, no Festival de Munique (Alemanha). A produção teve seus direitos de distribuição nos Estados Unidos comprados pela gigante Amazon Studios. Algo inédito para um filme latino-americano.

É uma das maiores vitórias do cinema nacional nessa que é a principal mostra de cinema do mundo. Ao receber a honraria, o diretor disse que o Brasil está passando por um "momento de intolerância muito forte", com "ataques gigantes" à cultura e à educação. "Dedico à vivacidade do cinema brasileiro."

O vencedor vida invisível é uma adaptação do romance A vida invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha, que conta a história de duas irmãs, no Rio de Janeiro dos anos 1950, que lutam para tomar as rédeas de seus destinos. O longa tem estreia nacional marcada para o dia 31 de outubro.  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.