música Sobrinho de Michael Jackson estreia carreira musical com clipe gravado no Vidigal

Por: AE

Publicado em: 29/06/2019 11:20 Atualizado em: 29/06/2019 11:22

Filho de Jarmaine Jackson, um dos integrantes do Jackson Five, Jaafar descobriu seu talento para a música por acaso. Foto: Reprodução/Instagram
Filho de Jarmaine Jackson, um dos integrantes do Jackson Five, Jaafar descobriu seu talento para a música por acaso. Foto: Reprodução/Instagram

Jaafar Jackson, 22 anos, sobrinho do rei do pop, Michael Jackson, fez sua estreia mundial na música na sexta-feira (28), com o lançamento do single e clipe de Got Me Singing. E, para essa ocasião especial, o artista iniciante escolheu o morro do Vidigal, no Rio de Janeiro, como cenário. 

A ideia surgiu como uma forma de homenagear a cidade e também a coreografia do Passinho - ritmo que começou nos bailes funks da cidade e conquistou o título de Patrimônio Cultural Imaterial do povo carioca - e que chamou a atenção de Jaafar.

"Eu quero levar a dança do Passinho para as minhas coreografias de palco, fiquei apaixonado pelo ritmo", revelou o artista, que conheceu a dança por meio do coreógrafo Normann Shay. 

O clipe mostra a história de amor entre dois jovens que se apaixonam e que decidem se encontrar. "Em Got Me Singing me inspirei nas batidas de funk do Rio de Janeiro, então filmar no Brasil era essencial, tinha que respeitar a origem desse som e fazer essa homenagem a essa cidade incrível, foi realmente especial estar no Brasil e quero voltar em breve", finalizou Jaafar.

A direção do clipe ficou por conta de Marcos Mello Cavallaria. "Receber o convite de Jaafar para dirigir seu primeiro projeto já foi uma honra e gravar no Brasil, meu país, homenageando o ritmo do Passinho fez o projeto ser mais incrível ainda. Jaafar é um cantor muito sensível e com uma voz singular, captar a sua sensibilidade em conexão com o Rio de Janeiro foi marcante ver a química nascer", revelou.

Filho de Jarmaine Jackson, um dos integrantes do Jackson Five, Jaafar descobriu seu talento para a música por acaso, ao cantar em casa aos 12 anos. Desde então, tem se aperfeiçoado estudando música e piano. Para este ano, o cantor ainda pretende lançar o seu álbum com 12 canções inéditas e de sua autoria.




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.