Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

literatura

Olinda recebe exposição sobre Fátima Quintas

Ação gratuita acontece na Faculdade de Olinda, a partir das 10h

Publicado em: 18/02/2019 19:49 | Atualizado em: 18/02/2019 19:57

Foto: Roberto Ramos/DP

A escritora e antropóloga pernambucana Fátima Quintas realiza nesta terça-feira (19), na Faculdade de Olinda, a exposição "75 diálogos com Fátima Quintas". Baseado na obra, Tempos Perdidos, autobiografia sobre sua infância e juventude, o evento acontece a partir das 19h, no auditório da instituição universitária, localizada na Cidade Alta. Aberto ao público, a ação integra as atividades da Semana Acolher.

A ocasião vai contar com interlocuções dos poetas Neilton Lima e Francisco Mesquita que farão comentários críticos acerca da escrita, faces e obras da autora. Para Neilton Lima, coordenador do curso de Letras da Focca, o encontro é uma oportunidade importante para a dinâmica acadêmica, pois as obras de Quintas fazem parte da esfera literária e histórica de Pernambuco. “Há um diálogo basilar entre a narrativa dela com Gilberto Freyre (objeto de pesquisas) e com Clarice Lispector, ambas mulheres personalíssimas e com obras densas. Não esquecendo a contribuição dela na Academia Pernambucana de Letras (APL)”, afirmou. 

Natural de Recife, Fátima Quintas diplomou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e ingressou na Fundação Joaquim Nabuco em 1965, na qualidade de pesquisadora/antropóloga. A escritora é pós-graduada em Antropologia Cultural e Museologia pelo Instituto de Ciências Sociais e Política Ultramarina e no Museu das Janelas Verdes, ambos em Portugal. Presidente da Academia de Letras de Pernambuco de 2012 a 2016, a recifense ocupa a cadeira 31. 

Atualmente é coordenadora do Seminário de Tropicologia da Fundação Gilberto Freyre e possui um acervo de obras escritas como Sexo e marginalidade, 1987; Educação Sexual: um olhar adiante,1992; Cheirinhos de alecrim numa casa portuguesa, com certeza, 1995; Mulheres oprimidas, mulheres vencidas, 1996; Segredos da Velha Arca, 2003; A ilustre casa dos fantasmas, 2006; Sexo à moda patriarcal, 2008; Assombrações e coisas do além, 2009. Amaro Quintas, meu pai , 2014. Organizadora: Casa & família: o cotidiano feminino, 1989; O cotidiano em Gilberto Freyre, 1992; Mulher Negra: preconceito, sexualidade e imaginário, 1995; O negro: identidade e cidadania, 1995 Manifesto regionalista, 1996;  Tempos Partidos, 2018. 

Serviço
“75 diálogos com Fátima Quintas”
Quando: 19 de fevereiro, terça-feira, às 10h
Onde: Auditório da Faculdade de Olinda (FOCCA), Rua do Bonfim, 37
Quanto: Gratuito
Informações: 3366.3696 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A pandemia em Pernambuco - notícias de 28/05
Ciência e quarentena: você pode ajudar a mapear anfíbios urbanos
Movimentação no Terminal Integrado da Macaxeira
A pandemia em Pernambuco - resumo de 27/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco