Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

música

Guitarrista do Charlie Brown Jr. se posiciona contra reunião da banda

Thiago Castanho criticou o anunciou do retorno do grupo feito por Alexandre Abrão, filho de Chorão

Publicado em: 23/01/2019 12:28 | Atualizado em: 23/01/2019 12:33

Thiago Castanho participou de sete álbuns de estúdio do grupo, incluindo 'La família 013', último da banda. Foto: Reprodução/Instagram

Thiago Castanho, um dos guitarristas mais conhecidos do grupo Charlie Brown Jr., se posicionou contrário ao retorno da banda, que se apresenta em "show/tributo" gratuito no Vale do Anhangabaú, em São Paulo, em 25 de janeiro. 

"Charlie Brown Jr. sem Chorão não existe", comentou o guitarrista em suas redes sociais. O anúncio da volta do grupo liderado por Chorão foi feito pelo filho do vocalista, Alexandre Abrão, em seu Instagram. 

O guitarrista comunicou aos fãs o motivo de sua ausência no show que reunirá integrantes que fizeram parte das diversas formações do Charlie Brown Jr. e artistas ligados à banda, como Dinho Ouro Preto, Supla, Digão e Di Ferrero. 

Em vídeo no Instagram, Castanho negou o rumor de que estava doente e por esse motivo não participaria da apresentação anunciada como "reunião" da banda. O guitarrista afirmou que não existe o grupo sem Chorão. "Estou aqui pra dizer sobre o comentário no Instagram a meu respeito, que estou doente e não vou participar do show do dia 25, que é a 'volta' do Charlie Brown Jr. O Charlie Brown Jr. não vai voltar, porque Charlie Brown Jr. sem Chorão não existe. Eu não estou doente, tô com muita saúde e não faço parte desse tributo. Um abraço a todos. Paz", afirmou o músico.

Em Stories publicados no Instagram no último sábado (19/1), Alexandre Abrão disse: “Não é homenagem. O Charlie Brown Jr. vai voltar à ativa em 2019. A gente vai fazer uma turnê grande, f***, pesada. Vai ser do c***”. 

Porém com a repercussão gerada, um vídeo foi divulgado nas redes sociais do grupo, no qual Alexandre Abrão, acompanhado dos ex-integrantes do Charlie Brown Jr., o guitarrista Marcão Britto, do baixista Heitor Gomes e do baterista Pinguim Ruas, diz que houve um mal-entendido. Na gravação, o filho de Chorão disse que a ideia não é substituir o pai ou o baixista Champignon, ambos falecidos em 2013. "O intuito sempre foi celebrar a vida e a história do Charlie Brown Jr. Sabemos que não existe a banda sem Chorão e não queremos substituir Chorão ou Champignon. Nós não vamos lançar músicas novas, a banda não vai voltar. O Charlie Brown Jr. sempre será Chorão, Champignon, esses caras aqui, tanto como Thiago, Graveto e Pelado... todos que fizeram parte da história", afirmou Alexandre.

Em nova publicação em sua rede social, Thiago Castanho, que tem duas passagens pelo Charlie Brown Jr., contou que aceitou o convite inicialmente, como foi informado por Alexandre Abrão, por pensar que se tratava apenas de um show/tributo, mas ao saber que a reunião poderia gerar uma turnê, voltou atrás. Confira o comunicado abaixo.

Como guitarrista da banda formada em 1992, Thiago Castanho participou dos três primeiros trabalhos de estúdio da banda, Transpiração contínua prolongada (1997), Preço curto... Prazo longo (1999) e Nadando com os tubarões (2000). Após um período fora da banda, Castanho retornou ao Charlie Brown Jr. e participou dos álbuns Imunidade musical (2005), Ritmo, ritual e responsa (2007), Camisa 10 (Joga bola até na chuva) (2009) e La família 013 (2013). Além do álbum ao vivo Música popular caiçara (2012). 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manifestações por morte de garoto, Weintraub presta depoimento na PF e inquérito de facada arquivado
Covid-19: Brasil tem novo recorde diário de mortes
04/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Destaques do dia: Indiciamento por morte de criança, coronavírus reativado e tataravó recuperada
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco