Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Televisão

Claire Underwood assume controle dos EUA em trailer de House of Cards

Sexta (e última) temporada terá oito episódios e segue sem data de estreia divulgada

Publicado em: 05/03/2018 15:44 | Atualizado em: 05/03/2018 17:35

Claire Underwood no salão oval de House of Cards. Foto: Netflix/Reprodução


Aproveitando as atenções voltadas para a 90ª edição do Oscar, que ocorreu em Los Angeles no último domingo (4), a Netflix divulgou o primeiro trailer da última temporada de House of cards. Nos novos episódios, Claire Underwood, interpretada por Robin Wright, assume a presidência dos Estados Unidos, enquanto seu marido, Frank (Kevin Spacey), sai da produção. A série segue sem previsão de lançamento, mas deve chegar à plataforma de streaming no segundo semestre de 2018. 

Abaixo, assista ao teaser de House of cards


A sexta temporada só terá oito episódios, ao invés dos 13 das temporadas anteriores, nas quais Spacey viveu um congressista norte-americano corrupto que eventualmente se torna presidente. A saída do ator foi confirmada pelo serviço de streaming após as alegações de agressão sexual contra o ator. Spacey foi publicamente acusado de tentar estuprar um jovem de 15 anos e de avançar o sinal com o ator Anthony Rapp há três décadas, quando ele tinha apenas 14 anos. De acordo com a mídia britânica, a polícia de Londres também o está investigando por uma suposta agressão em 2008. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Ex-funcionários de House of cards alegam que Spacey deixou o ambiente "tóxico" por meio de um padrão de abusos, e afirmações similares foram feitas no Old Vic, o teatro londrino do qual ele foi diretor artístico de 2003 a 2015. Spacey é um dos grandes nomes envolvidos na enxurrada de acusações que derrubaram poderosos homens dos mundos da política, das finanças, do entretenimento e do jornalismo, na sequência das denúncias contra o magnata do cinema Harvey Weinstein. 

O ator também foi produtor-executivo da principal série da Netflix, que foi adaptada de um drama da BBC de mesmo nome e faturou sete prêmios Emmy em mais de 50 indicações. O serviço de streaming não libera números de audiência, mas a atração marcou seu lugar na história da televisão como a estreia do primeiro programa original de repercussão da empresa, que cresceu e incluiu outras produções muito vistas, como Stranger things e Orange is the new black.

Acompanhe o Viver no Facebook: 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Grupo Diario de Pernambuco