Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Internet

Pai faz aposta para batizar filho de Goku se conseguir 1 milhão de likes

Norte-americano disse esposa o deixaria homenagear o desenho caso alcançasse a meta

Publicado em: 02/02/2018 12:34 | Atualizado em: 02/02/2018 12:20

Publicação conseguiu mais de 1,5 milhão de curtidas. Fotos: Facebook e YouTube/Reprodução

Um post no Facebook fez com que um norte-americano conseguisse convencer a esposa a batizar o filho do casal de Goku, em homenagem à animação Dragon ball. O pai, Carlos Sanchéz, postou na rede social uma foto na qual aparece segurando uma placa em que se lê: "Minha esposa disse que se eu conseguisse 1 milhão de curtidas posso chamar meu filho de Goku". 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Em menos de uma semana a foto alcançou mais de 1,5 milhão de curtidas causou comoção entre outros fãs do programa. Foi criada uma página chamada Esperando a Chegada de Goku, na qual Carlos compartilha novos detalhes sobre a gravidez da esposa e interage com os seguidores. O casal mora no estado do Arizona, oeste dos Estados Unidos. 

"Agradeço a todos pelo apoio. Não posso esperar para mostrar a Goku todos os 'likes' que obteve em um dia. Nunca, nem em 1 milhão de anos, pensei que esta foto se tornaria viral como agora. Pensei que conseguiria milhares de 'likes', mas jamais pensei que ultrapassaria 1 milhão", disse Carlos, em outra postagem no Facebook. O bebê será chamado de Goku Sánchez.

Veja a publicação:


Acompanhe o Viver no Facebook: 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco