Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Televisão

Criador de Glee e American Horror Story fecha contrato de exclusividade com a Netflix

Criador de séries como Glee e American Horror Story começará a criar conteúdo exclusivo para a plataforma a partir de julho

Por: AE

Publicado em: 14/02/2018 13:04

Conceituado roteirista, Murphy seguirá produzindo séries que criou na FOX. Foto: Frederick M. Brown/AFP Photo

A Netflix anunciou, nesta terça-feira (13), a contratação do produtor e roteirista Ryan Murphy por cinco anos. Criador de séries consagradas como Glee, American horror story e Nip/Tuck, entre outras, ele vai começar a criar conteúdo exclusivamente para a plataforma de streaming quando seu contrato com a 20th Century Fox terminar, em julho. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Ganhador de quatro prêmios Emmy e três Globo de Ouro, Murphy estava na Fox desde 2003 e assinou um contrato que vale US$ 300 milhões (cerca de R$ 988 milhões) com a Netflix, segundo o jornal The New York times. Em agosto de 2017, a plataforma de streaming também havia tirado a roteirista Shonda Rhimes de outra grande emissora norte-americana. 

"As séries de Ryan Murphy influenciaram a cultura global, reinventaram gêneros e mudaram os rumos da história da televisão. Sua dedicação para alcançar a excelência e dar voz aos sub-representados, mostrar uma perspectiva única ou simplesmente nos chocar permeia a sua obra", disse Ted Sarandos, diretor da Netflix, em comunicado enviado para a imprensa. 

"Tenho plena consciência de quão histórico é esse momento", disse Murphy no comunicado. "Eu era um garoto gay de Indiana que foi para Hollywood em 1989 com US$ 55 no bolso, então o fato de que meus sonhos se concretizaram de uma forma tão espetacular é emocionante para mim. Tenho que agradecer Ted Sarandos, Reed Hastings e Cindy Holland na Netflix por acreditarem em mim e no futuro da minha produtora, que vai continuar a contar histórias de mulheres, minorias, heróis e heroínas LGBTQ", finalizou. Murphy continuará a ser o produtor executivo das séries que criou para a Fox. 

Acompanhe o Viver no Facebook: 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Última Volta: GP da Espanha 2022 de F1
Antiproibicionismo: Marcha da Maconha por uma nova política de drogas
Manhã na Clube: entrevista com Raquel Lyra (PSDB)
Casamento de Lula e Janja: celulares barrados na entrada
Grupo Diario de Pernambuco