Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Cinema

Casa do filme Me Chame Pelo Seu Nome é colocada à venda

O filme foi indicado a seis categorias no Oscar 2018

Publicado em: 16/02/2018 22:01 | Atualizado em: 16/02/2018 21:18

A mansão está localizada em Lombardia, na Itália. Foto: Divulgação/Sony Pictures


A casa em que ocorreram as gravações do filme Me chame pelo seu nome está à venda. Com 14 quartos e sete banheiros, a propriedade da família Perlman pode ser comprada por US$ 2,7 milhões - cerca de R$ 8,8 milhões - no Home&Loft. A mansão está localizada na Lombardia, na Itália.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

O diretor do filme, Luca Guadagnino, já manifestou o interesse na residência em novembro do ano passado. Segundo o site Indie Wire, ele esvaziou completamente a casa e redecorou-a com os detalhes dos anos 80 para a produção do filme. "Eu sinto que eu vou possuir essa casa para sempre", disse o diretor, que será proprietário fixo da casa.

Dirigido pelo italiano Luca Guadagnino (Um sonho de amor), Me chame pelo seu nome é baseado no romance homônimo (Intrínseca, 288 páginas, R$ 39,90) de André Aciman, recém-lançado no Brasil. Ambientado na Itália na década de 1980, a história tem como protagonista Elio (Timothée Chalamet), jovem de 17 anos que se apaixona por Oliver (Armie Hammer), 28, ex-aluno de seu pai (Michael Stuhlbarg), um pesquisador norte-americano de história residente no interior da Itália.

Acompanhe o Viver no Facebook: 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco