Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

Artes cênicas

Livro sobre a vida de José Pimentel é lançado na abertura do Janeiro de Grandes Espetáculos

Obra escrita pelo jornalista Cleodon Coelho tenta dar uma nova dimensão ao ator e diretor, que se tornou sinônimo de seu personagem mais emblemático: Jesus Cristo

Publicado em: 10/01/2018 16:04

A fase galã de José Pimentel estampa a capa do livro e é um dos temas da obra. Crédito: Cepe/Reprodução

Quem se acostumou a ver o diretor José Pimentel sendo crucificado ano após ano nas Paixões de Cristo de Nova Jerusalém e do Recife pouco se lembra, ou sabe, de sua trajetória múltipla na TV, no cinema e em outros sucessos do teatro pernambucano, como a primeira versão do que hoje é conhecido como O auto da compadecida. Homem com várias vidas em uma, foi vendedor de livros e halterofilista antes de ver as artes cênicas assumirem o protagonismo em sua trajetória. O livro José Pimentel - Para além das paixões (Cepe, R$ 80), escrito pelo jornalista Cleodon Coelho, cujo lançamento será às 18h desta quarta-feira no Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio), é uma tentativa de dar novas dimensões a um artista que se tornou sinônimo local de um personagem: Jesus Cristo. O evento está atrelado à abertura do Janeiro de Grandes Espetáculos deste ano.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

A obra faz parte dos perfis biográficos Coleção memória, da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). Após o evento, o livro será vendido na sede da editora. Seu autor já havia cultivado uma relação anterior com Pimentel como aluno de jornalismo da UFPE. Professor universitário foi outra das funções desempenhadas pelo artista ao longo de sua vida. “Quando o conheci na sala de aula, há cerca de 25 anos, ele ainda era o Jesus da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém e sempre foi muito irreverente. Sua personalidade não combinava com aquela figura tão santificada, então eu sabia que havia outro Pimentel. Já tinha dado o livro por encerrado algumas vezes, mas sempre surgia uma informação nova”, detalha Cleodon, pernambucano radicado no Rio de Janeiro desde 1999.

Este é o terceiro livro do jornalista, que já havia mergulhado antes nas vidas da novelista Janete Clair (1925-1983) e da atriz Lilian Lemmertz (1937-1986). Cleodon chegou a incluir passagens recentes, como o anúncio da sua saída do posto de Jesus Cristo após 40 anos seguidos. As 186 páginas também contém 144 imagens de todas as fases da vida do biografado. “Fiquei numa aflição de querer agradar e, ao mesmo tempo, não ser chapa-branca. Para várias gerações mais novas, ele é excêntrico, apegado ao papel, mas ele é um homem-surpresa, muito inquieto, inventivo, criativo. A beleza dele supreende e a escolha da foto da capa dele, como galã, foi proposital, para reforçar isso”.

SERVIÇO
José Pimentel - Para além das paixões, de Cleodon Coelho
Quando: Quarta (10), a partir das 18h
Onde: Teatro de Santa Isabel (Praça da República, s/n, Santo Antônio)
Informações: 3355-3323

Acompanhe o Viver no Facebook:
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com o Deputado Federal Carlos Veras (PT)
Última Volta: GP da Espanha 2022 de F1
Antiproibicionismo: Marcha da Maconha por uma nova política de drogas
Grupo Diario de Pernambuco