Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver
Internet Artistas criticam decisão que autoriza a 'cura gay' Anitta, Sandy, Ivete Sangalo, Fernanda Gentil e Paulo Gustavo se manifestaram contra liminar e LGBTfobia

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 19/09/2017 09:14 Atualizado em: 19/09/2017 11:01

Personalidades usaram das redes sociais para criticar a decisão do juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho. Foto: Facebook/Reprodução
Personalidades usaram das redes sociais para criticar a decisão do juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho. Foto: Facebook/Reprodução


Diversos artistas usaram as redes sociais para criticar a decisão do juiz federal da 14ª Vara do Distrito Federal Waldemar Cláudio de Carvalho que torna possível que psicólogos apliquem a terapia de reversão sexual, conhecida por "cura gay", método proibido pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) desde 1999. As cantoras Ivete Sangalo, Anitta, Marília Mendonça, Daniela Mercury, Sandy, Pabllo Vittar, Preta Gil e os atores Paulo Gustavo, Tais Araújo, Fernanda Souza e Camila Pitanga foram algumas das personalidades que se manifestaram sobre a medida.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Ivete publicou uma foto de dois dançarinos segurando bandeiras LGBT durante seu show no Rock in Rio da última sexta-feira (15). "É Brasilzão, a gente tentando ser forte, ser otimista, com inúmeras pendências que caberiam a uma administração decente resolver, e aí me resolvem dizer que homossexualidade é doença. Doentes são aqueles que acreditam nesse grande absurdo", digitou a artista. Em vídeo, Anitta disse estar "devastada" e chamou a decisão de "burrice". "Quero mandar toda a minha solidariedade pro meu público, que me faz chegar até aqui, pros meus amigos e mandar toda a minha força", disse a cantora, emocionada. "Eu jamais vou entender, pessoas que querem decidir sobre a vida das outras, seja em qualquer aspecto. Passo por isso diariamente, com coisas banais e já sofro, imaginem quando isso acontece com quem só quer AMAR!" foi a mensagem de Marília Mendonça. "Mais amor, Brasil", pediu Sandy. O músico Otto também se pronunciou sobre o assunto durante uma live: "Cura gay… Não é que vá acontecer, mas só de ouvir isso… é demente pra um pais. É um juizado de merda. É um bando de frustrado. Quero ver a televisão viver sem gay".

O ator Paulo Gustavo utilizou o humor para abordar o caso, gravando um vídeo em que pergunta para a jornalista Fernanda Gentil e a cantora Preta Gil quais remédios deveria tomar para tratar sua homossexualidade. "Me manda por inbox que @thalesbretas faz a receita pra mim se precisar! Porque deve ser só com receita!", disse ele. "Se acharem a cura deixem longe de mim, pois prefiro ficar doente", foi a resposta de Preta, enquanto Fernanda publicou uma foto deitada em uma cama um com termômetro na boca. "Tentando me curar dessa doença, mas tá difícil...", brincou. 

"Eu estou cansada após um longo dia, mas não poderia deixar de dizer que estou preocupada com as notícias desse Brasil que a cada dia fortalece o retrocesso! O que a gente precisa é de amor, de aceitação, de afeto!", digitou a atriz Taís Araújo. Popular na redes, Camila Pitanga foi curta e direta: "Em caso de preconceito, trate-se". Conhecido por ser a favor do movimento LGBT, Bruno Glagliasso criticou Waldemar Cláudio de Carvalho: "Indo dormir com essa imbecilidade que acabei de ler... Sr. juiz, AMOR não é doença e quem precisa de tratamento é o Sr". Fernanda Souza, Luiza Possi, China, Kelly Key, Astrid Fontenelle, Adriane Galisteu, Francis Helena Cozta e Hugo Gloss foram outros nomes que citaram a medida em seus perfis.

Confira as publicações:


That's what happens in my country. People dying, hungry, the government killing the country with corruption, no education, no hospitals, no opportunities... and the authorities are wasting that time to announce that homosexuality is a sickness. Homosexuals and bisexuals now have a treatment for this "sickness" here. So I ask... who is the real sick person here? I'm praying God that these real sick people find the cure of these crazy minds and start to look at the real important things here. / O Brasil se devastando e as autoridades preocupadas com quem queremos nos relacionar. Isso precisa acabar. Deus, cure a doença da cabeça do ser humano que não enxerga os verdadeiros problemas de uma nação. Pais, não obriguem seus filhos a procurarem cura pra uma doença que não existe, baseados neste fato político. Essa busca interminável sim pode deixa-los realmente doentes.

Uma publicação compartilhada por anitta %uD83C%uDFA4 (@anitta) em



Mais amor, Brasil %uD83C%uDF08%uD83D%uDE4F%uD83C%uDFFC

Uma publicação compartilhada por Sandy (@sandyoficial) em




Sigo crendo que o amor não tem gênero! . . . . . #love #cura #homofobiaedoenca #homofobiaédoença

Uma publicação compartilhada por Gaby Amarantos (@gabyamarantos) em


: Não é doença. É amor. Falta respeito. E sobra tempo e dinheiro que deveriam ser gastos com coisas mais importantes. #Vergonha #Aceitem #ENaoSurtem

Uma publicação compartilhada por F e r n a n d a S o u z a (@fernandasouzaoficial) em


Tentando me curar dessa doença, mas tá difícil..... Ô @paulogustavo31 , obteve sucesso aí??????? #algumadica?

Uma publicação compartilhada por Fernanda Gentil - Oficial (@gentilfernanda) em




// NÃO SOMOS DOENTES %uD83C%uDF08

Uma publicação compartilhada por Pabllo Vittar %uD83C%uDFF9%uD83D%uDC98%u2728 (@pabllovittar) em


Em caso de preconceito, trate-se.

Uma publicação compartilhada por Camila Pitanga (@caiapitanga) em




"Amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei". #ficadica

Uma publicação compartilhada por chinaina (@chinaina) em





A Organização Mundial da Saúde não reconhece homossexualidade como "distúrbio", "doença" ou "perversão" e muito menos que exista tratamento. No entanto, um grupo de psicólogos brasileiros resolveu tentar "curar" a homossexulidade alheia e encontrou aval da Justiça Brasileira. A decisão abre a perigosa possibilidade de uso de terapias de reversão sexual em todo o país. Imagine o que não vão fazer com quem for submetido a isso? Enquanto nosso dinheiro é roubado por políticos, a Amazônia é devastada, a violência come solta no País, milhões de desempregados, crianças sem educação, a nossa justiça está interessada em "curar" gays. Não há remédio que mude a essência de ninguém. E se houvesse, que fosse pra a cura da falta de caráter, do preconceito e da falta de empatia . É ultrajante a gente assistir essa onda descarada de retrocesso. Não vamos nos calar!! #homofobiaédoença

Uma publicação compartilhada por Hugo Gloss (@hugogloss) em




Acompanhe o Viver no Facebook:




Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 19/04
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Resumo da semana: STF mantém anulações de sentenças contra Lula, mais jovens em UTIs e CPI da Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco