Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver
Música Johnny Hooker denuncia censura do Facebook e YouTube a foto de beijo em Liniker Cantor convocou fãs a espalharem imagem como protesto pela restrição

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 21/07/2017 16:40 Atualizado em: 21/07/2017 16:49

Beijo marca a canção Flutua, do disco Coração. Foto: YouTube/Reprodução
Beijo marca a canção Flutua, do disco Coração. Foto: YouTube/Reprodução


O cantor pernambucano Johnny Hooker buscou as redes sociais para reclamar do tratamento das plataformas online Facebook e YouTube à foto de divulgação do novo single dele, batizado de Flutua. Disponibilizada nesta quinta-feira na internet, a música é apresentada com a imagem de um beijo entre o artista e a cantora trans Liniker - ambos têm se tornado símbolos de luta pela liberdade sexual entre os músicos brasileiros da nova geração.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Em texto escrito no Facebook e no Instagram, Johnny reclama da classificação indicativa de 18 anos imposta pelo YouTube ao áudio da música estampado pela foto do beijo na boca. "É inconcebível que, em pleno 2017, uma plataforma tão importnte quanto o YouTube imponha a censura máxima de 18 anos para uma foto de duas pessoas se beijando", se queixou. Ele também fez críticas quanto à política adotada pelo Facebook: "O próprio Facebook também bloqueou publicações patrocinadas da foto por ‘conteúdo sexual'".

A política de segurança definida pelo YouTube no site do canal explicita uma série de quesitos sob os quais as restrições de idade são impostas. A plataforma nega limitar o conteúdo com "nudez ou qualquer conteúdo sexual, caso o intuito primário seja educativo, documental, científico ou artístico, que não seja exposição gratuita".

Mas, no tópico seguinte, cita "beijos, danças insinuantes e carícias" como práticas sugestivas a atividades sexuais e, por isso, passíveis de veto por idade. As diretrizes de do e-commerce do Facebook são severas quanto à divulgação de itens cujo conteúdo demonstre "posicionamento demasiadamente sexual".

Johnny Hooker fez um pedido aos fãs para driblar as restrições impostas pelos canais online: "Compartilhem, espalhem a mensagem, se coloquem na linha de frente. É 2017 e ninguém, ninguém vai poder querer nos dizer como amar". Flutua faz parte do álbum Coração, segundo da carreira do cantor, cuja divulgação está prevista para o domingo.

Veja a postagem de Johnny no Facebook:

Ouça a música:



Acompanhe o Viver no Facebook:

 




Louvre reabre com público reduzido após mais de três meses fechado
De 1 a 5: Práticas para cuidar da saúde mental em casa
06/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco