Memória Exposição no Arquivo Público exibe fotos antigas de 20 cidades pernambucanas Mostra é composta por cem imagens do Fundo da Secretaria de Saneamento, Obras e Meio Ambiente (SSOMA), feitas entre as décadas de 20 e 40

Por: Isabelle Barros

Publicado em: 05/06/2017 08:15 Atualizado em: 05/06/2017 08:15

Rua da União, década de 1920, com carros possivelmente da polícia. Crédito: Apeje/Divulgação
Rua da União, década de 1920, com carros possivelmente da polícia. Crédito: Apeje/Divulgação

O Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano (Apeje) guarda uma parte específica da história de Pernambuco que ainda precisa ser redescoberta tanto por pesquisadores quanto pelo público em geral. Embora a instituição seja reconhecida por guardar documentos e periódicos importantes, seu acervo iconográfico, com mais de dez mil imagens, também apresenta tesouros. Um pouco desse material é trazido à tona pela exposição Luzes do passado: Pernambuco sob um olhar a serviço do povo, que exibe, de 5 a 9 de junho, cem imagens do Fundo da Secretaria de Saneamento, Obras e Meio Ambiente (SSOMA), feitas entre as décadas de 20 e 40.

Confira o roteiro de exposições no Divirta-se

A iniciativa faz parte da 1ª Semana Nacional de Arquivos, organizada pelo Arquivo Nacional em parceria com a Casa de Rui Barbosa e realizada em 22 estados brasileiros. A ação é baseada no exemplo bem-sucedido da Semana dos Museus, realizada todo mês de maio e já em sua 15ª edição. O recorte promovido pelo Arquivo Público traz um pouco do passado de vinte municípios de todas as regiões de Pernambuco, entre elas Recife, Caruaru, Aliança, Vicência, Arcoverde, Petrolina, Belo Jardim, Gravatá e Pesqueira. O foco está em prédios públicos e pontes em construção, calçamentos de ruas, estradas e reforma de cadeias, escolhas, hospitais e praças.

Obra feita no centro de Vicência, na Zona da Mata, possivelmente na década de 30. Crédito: Apeje/Divulgação
Obra feita no centro de Vicência, na Zona da Mata, possivelmente na década de 30. Crédito: Apeje/Divulgação


O arquivo da SSOMA tem 1696 fotos e destas, cem foram selecionadas - 60 em papel e as 40 restantes serão exibidas em projeções. De acordo com o diretor do Apeje, Félix Filho, o critério foi o de destacar o cotidiano de décadas passadas. “A secretaria tinha um fotógrafo e ele era destacado para fazer retratos de obras em várias cidades possivelmente para comprovar sua realização. Levamos em conta fotos mais abertas, com paisagens mais significativas, ricas em valor documental, para mostrar como era a vida nessa época e nesses locais. Você dificilmente vê carros, mas vê cavalos ou burros. As igrejas e as feiras dessas localidades também estão muito presentes. Em uma das raras fotos nas quais há mais de um carro, esses provavelmente eram veículos da polícia estacionados na Rua da União, no Recife”.

PALESTRA
Além da exposição, o Arquivo Público vai sediar no dia 7 de junho, a partir das 18h30, a mesa-redonda Transformação na paisagem urbana, tendo como palestrantes os professores Roberto Sarmento e Danyelle Beltrão, da Faculdade Esuda, tendo como mediador o professor Artur Garcea. A entrada é franca e aberta a todos os públicos, com ênfase em estudantes, profissionais e pesquisadores das áreas de história, arquitetura e urbanismo.

SEMANA DE ARQUIVOS EM PERNAMBUCO
Mais três instituições fazem parte da Semana Nacional de Arquivos em Pernambuco. São elas: o Arquivo da Faculdade de Direito do Recife, com visitas guiadas de 5 a 9 de junho, das 8h às 13h; o Sindicato das Secretárias de Pernambuco, com a palestra Gestão da informação arquivística na contemporaneidade às 19h de 6 de junho e a UFPE com o Seminário de Museologia e Contemporaneidade (Muscon) na quinta (8) e sexta (9) de junho.

SERVIÇO
Exposição Luzes do passado: Pernambuco sob um olhar a serviço do povo, do Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano (Apeje)
Quando: De 5 a 9 de junho, das 8h às 17h
Onde: Arquivo Público Estadual Jordão Emerenciano (Apeje) - Rua do Imperador, 371, Santo Antônio
Informações: 3184-1125



Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.