Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Viver
Anitta 'É possível ser mulher que rebola, trabalha tem responsabilidade', dispara Anitta após críticas Cantora falou dos desafios de ser uma jovem mulher na indústria musical e aproveitou para agradecer aos fãs em texto publicado nas redes sociais

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 20/12/2016 13:23 Atualizado em:

Cantora é constante alvo de críticas nas redes sociais e rebateu comentários negativos com texto empoderador. Foto: YouTube/Reprodução
Cantora é constante alvo de críticas nas redes sociais e rebateu comentários negativos com texto empoderador. Foto: YouTube/Reprodução


Frequente alvo de críticas nas redes sociais, Anitta rebateu os comentários negativos com um texto publicado no Facebook. A cantora falou sobre machismo - os desafios de ser uma mulher jovem na indústria musical - e aproveitou para agradecer aos fãs pelo apoio, além de homenagear colegas de profissão. "Eu quero agradecer do fundo do meu coração a cada um que torce por mim. Vocês não fazem ideia do quanto isso me completa. Perceber que a cada ano que passa consigo quebrar mais barreiras do preconceito me fortalece demais", escreveu ela.

"Não é fácil fazer ser entendido que é possível ser mulher que rebola, que canta, que é nova, que sensualiza, que é solteira sim, que usa roupa curta, e que ao mesmo tempo também estuda muito, trabalha muito, tem família, responsabilidade, se respeita e respeita o próximo. Essa sou eu e talvez muitas outras mulheres que querem ser livres pra curtirem suas vidas e ao mesmo tempo serem competentes e inteligentes, sem que uma coisa impeça a outra", disparou.  E agradeceu: "Obrigada minha equipe dedicada que me ajuda a fazer esse sonho possível. São dezenas e dezenas de famílias tocando suas vidas a partir dessas músicas. E obrigada à todas outras várias pessoas que nem precisam ser da equipe pra se colocarem a disposição pra ajudar nessa jornada".

Vencedora da categoria Melhor Cantora no Melhores do Ano, premiação do Domingão do Faustão, a voz de Sim ou não também citou Marília Mendonça e Ivete Sangalo, que concorriam ao prêmio com ela. "Eu estava ao lado de duas pessoas mais que especiais pra mim e pra milhares de pessoas @mariliamendoncacantora @ivetesangalo. Eu precisava dividir este prêmio MESMO com essas duas que além de eu ser fã, sei o quanto são batalhadoras. Competir ao lado de vocês já representava demais pra mim. Uma tão jovem e já conquistando tanta coisa com tanta verdade e dedicação. A outra que me ensinou tanto mesmo antes de me conhecer. Eu quero agradecer do fundo do meu coração a cada um que torce por mim. Vocês não fazem idéia do quanto isso me completa".

Confira o texto na íntegra:

Meus fãs amados, quantas felicidades vocês me dão. Sempre fazendo de tudo para que meus sonhos se realizem e eu fiquei ainda mais feliz. Eu estava ao lado de duas pessoas mais que especiais pra mim e pra milhares de pessoas @mariliamendoncacantora @ivetesangalo. Eu precisava dividir este prêmio MESMO com essas duas que além de eu ser fã, sei o quanto são batalhadoras. Competir ao lado de vocês já representava demais pra mim. Uma tão jovem e já conquistando tanta coisa com tanta verdade e dedicação. A outra que me ensinou tanto mesmo antes de me conhecer. Eu quero agradecer do fundo do meu coração a cada um que torce por mim. Vocês não fazem idéia do quanto isso me completa. Perceber que a cada ano que passa consigo quebrar mais barreiras do preconceito me fortalece demais. Como eu disse ontem no palco depois de saber que o prêmio era meu... não é fácil fazer ser entendido que é possível ser mulher que rebola, que canta, que é nova, que sensualiza, que é solteira sim, que usa roupa curta, e que ao mesmo tempo também estuda muito, trabalha muito, tem família, responsabilidade, se respeita e respeita o próximo. Essa sou eu e talvez muitas outras mulheres que querem ser livres pra curtirem suas vidas e ao mesmo tempo serem competentes e inteligentes, sem que uma coisa impeça a outra. Obrigada minha equipe dedicada que me ajuda a fazer esse sonho possível. São dezenas e dezenas de famílias tocando suas vidas a partir dessas músicas. E obrigada à todas outras várias pessoas que nem precisam ser da equipe pra se colocarem a disposição pra ajudar nessa jornada.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Retorno da coluna de esportes com Fred Figueiroa
Triplica o número de casos suspeitos de coronavírus em Pernambuco
Primeira Pessoa com Naiara Cândido
O melhor passista do Recife é de Santo Amaro
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco