Internet Preta Rara pede ajuda para livro com depoimentos chocantes de empregadas domésticas Página #EuEmpregadaDoméstica foi fundada em julho e já conta com mais de 4 mil relatos

Por: Eduarda Fernandes

Publicado em: 11/11/2016 13:45 Atualizado em: 11/11/2016 16:13

[FOTO1]

Em julho deste ano, a professora de História Joyce Fernandes publicou em seu Facebook um relato dos abusos morais sofridos na época em que era empregada doméstica. Após receber centenas de mensagens de mulheres em situações parecidas, Joyce, que atua também como rapper sob o nome de Preta Rara, decidiu criar a página #EuEmpregadaDoméstica. Hoje com 130 mil seguidores, a página quer virar livro e, para bancá-lo, Joyce iniciou uma campanha de financiamento coletivo.

"A voz de cerca de 6 milhões de brasileiras ecoará e será ouvida, com rápida difusão. O Brasil é um país negro, que abriga a segunda maior população de descendentes de africanos em diáspora, porém alimenta um traço enraizado em sua cultura que vitima e condena milhões de brasileiras e brasileiros: o racismo cotidiano %u2018naturalizado%u2019 e institucionalizado em praticamente todas as esferas das relações sociais brasileiras.", diz o post que pede apoio financeiro dos seguidores.

A campanha, que tem meta de R$ 30.000, já arrecadou 15% do total. Joyce pretende ainda produzir um documentário para dar rosto e vozes aos relatos, que são postados na página anonimamente. As doações podem ser feitas pelo Cartase.me, e as contribuições serão recompensadas com brindes criados por Joyce.








Acompanhe o Viver no Facebook:


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.