Comoção Artistas criam obra de arte para expressar repúdio a estupro coletivo "Dei um destaque maior ao sangue", relata Dani Acioli, conhecida pelo trabalho em que retrata o corpo feminino através de prisma onírico

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/05/2016 20:01 Atualizado em: 27/05/2016 20:10

Desenho ganhou mais traços vermelhos. Foto: Dani Acioli/Reprodução
Desenho ganhou mais traços vermelhos. Foto: Dani Acioli/Reprodução

Ao encontrar um desenho feito em 2010, a artista plástica pernambucana  Dani Acioli sentiu vontade de externar sentimentos mais fortes do que os que ali já estavam representados. No centro da imagem original, uma mulher sangrando protagoniza o retrato da dor. Nesta sexta-feira (27), após a repercussão do estupro coletivo contra uma carioca de 16 anos, o desenho ganhou mais traços vermelhos. "Depois que eu soube do caso, abri meu desenho e tive vontade de riscá-lo inteiro. Foi o que fiz. Risquei e dei um destaque maior ao sangue. É assim que nos sentimos, sangrando", destaca a artista. 


Conhecida por retratar o feminismo através da arte, Dani Acioli usou apenas a palavra "dor" para compartilhar a nova versão da obra nas redes sociais. Ao todo, a postagem somou mais de 400 curtidas. "Sem palavras. Afinal... quem precisa delas com uma imagem dessas?", escreveu uma internauta. "A dor é de todas nós... Muito triste e revoltante", comentou outra.

Nos desenhos que costuma fazer, Dani opta por trabalhar o corpo da mulher através de um prisma mais onírico, trazendo figuras sobrenaturais ou míticas. No caso da ilustração que passou por uma nova intervenção, a artista plástica buscou ser mais realista. "A obra faz parte de uma série de desenhos mais agressivos. Tenho um trabalho feminista. O feminismo é um tema recorrente na minha obra. Existe uma violência diária contra a mulher. O que aconteceu com ela [a jovem carioca] foi devastador. A violência contra o feminino não é nova. Vivenciamos isso todos os dias, faz parte da nossa cultura", afirmou. "É tempo de lutar", completou. 

Outros artistas plásticos usaram as redes sociais para abordar o caso que chocou o Brasil:

Vitor Teixeira

 

Foto: Vitor Teixeira/Reprodução
Foto: Vitor Teixeira/Reprodução


Clara Nogueira

Foto: Clara Nogueira/Reprodução
Foto: Clara Nogueira/Reprodução






Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.