Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Viver
Música Bruno e Barretto sobre performance no Encontro que virou meme: Nem eu entendi Vocalista da dupla sertaneja que virou meme admite: versão ao vivo ''tá uma porcaria''

Por: Bossuet Alvim - Portal Uai

Publicado em: 12/01/2016 17:02 Atualizado em: 12/01/2016 17:00

Barretto (à direita) deixou plateia e telespectadores confusos com seus vocais. Foto: Globo/Reprodução
Barretto (à direita) deixou plateia e telespectadores confusos com seus vocais. Foto: Globo/Reprodução

Na última quinta-feira (7), o fraco desempenho de Bruno e Barretto em uma performance ao vivo no Encontro com Fátima Bernardes fez a dupla sertaneja protagonista de um dos primeiros virais brasileiros do ano. As palavras entoadas por André Barretto, o vocalista principal, soavam confusas e distorcidas como uma paródia, mas não era este o caso. Nesta terça-feira, 12, o músico usou o Facebook para admitir que assistiu ao registro e também considera o resultado "uma porcaria".

"Eu também não entendi muita coisa", assume o cantor, que aponta a falta de tempo como possível causa do desastre musical. "Chegamos em cima da hora no dia do programa e não conseguimos passar o som, regular as alturas e tudo mais. (...) Pode ser que este erro tenha contribuído para que o áudio ficasse ruim daquela forma", escreveu Barretto.

No estúdio do programa, segundo o artista, a execução da canção de trabalho soava perfeita. Mas já era tarde demais: a interpretação enigmática já virou patrimônio da internet, com direito até a versão legendada (confira abaixo).

"Fico chateado, não com os comentários, até porque são pessoas que não dão futuro nenhum ao nosso som. Fico chateado porque gosto das coisas bem feitas e não ficou, isso eu reconheço", lamenta Barretto.

Há pouco mais de um ano trabalhando juntos, Bruno e Barretto chegaram ao palco da atração matinal já com dois sucessos a tiracolo. Com Farra, pinga e foguete, a dupla paranaense busca prolongar o sucesso recém-conquistado de Eu quero é rolo, segunda canção mais tocada nas rádios brasileiras nos últimos 60 dias.

"Em 2015 nossa agenda foi vendida em dois meses para o ano todo. (...) A gente faz em média 22 shows por mês. Então por que mudar algo que está dando certo?", vangloria-se o vocalista Barretto. O modo de cantar, que dividiu opiniões, ele atribui à influência de nomes como Tião Carreiro, Ronaldo Viola e João Mulato. "Quero dizer que nunca irei mudar meu jeito de cantar porque com esse jeito nossos shows lotam, nossas músicas tocam nos carros, nas baladas, as pessoas se divertem ao nosso som, temos shows em todo o país", orgulha-se o músico.

Bruno e Barreto

Publicado por Jesus Manero em Segunda, 11 de janeiro de 2016


Cavani Rosas e o percurso entre a ciência e o sobrenatural
In Set com Alessandra Pires
Tecnologia e inovação aplicadas à educação
Moradores cobram inauguração da Upinha Rio da Prata
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco