No interior

Polícia flagra trabalhadores clandestinos em área de extração ilegal de pedras com uso de explosivos

Crime ambiental foi descoberto em Encruzilhada de São João, em Bezerros, no Agreste pernambucano

Publicado em: 31/05/2024 08:10 | Atualizado em: 31/05/2024 12:16

Delegacia de Caruaru recebeu pessoas detidas  (Foto: Divulgação)
Delegacia de Caruaru recebeu pessoas detidas (Foto: Divulgação)
Uma operação deflagrada pela polícia descobriu trabalhadores atuando clandestinamente em uma área de extração ilegal de minério, com uso de explosivos, no Agreste pernambucano.

A Operação Pedra de Cantaria foi realizada pela  Delegacia de Polícia do Meio Ambiente, em Encruzilhada de São João, distrito de Bezerros. 
 
Segundo a Polícia Civil, foi identificado que os trabalhadores retiravam as pedra, configurando  "usurpação de minério da união".
 
A investigação começou depois de uma denúncia feita pela Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH). 

Na área, os policiais encontraram caminhões-caçamba, retroescavadeira, pás, cunhas, marteletes, pólvora, fios, machados e marretas.
 
Cerca de 30 trabalhadores usavam ferramentas e maquinários, incluindo explosivos.
 
 Esses artefatos  foram periciados e destinados com ação preventiva pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) e Esquadrão Antibombas. 

Ainda segundo a polícia, os trabalhadores clandestinos e ilegais que estavam na pedreira  foram levados para quatro delegacias de Caruaru, na mesma região. 

Eles foram interrogados a respeito dos fatos "a fim de instruir o  inquérito policial". 

"A atuação dos Agentes da CPRH foi de enorme valia tanto para dimensionar a degradação ambiental, quanto para estabelecer os parâmetros das multas  que serão aplicadas aos responsáveis", disse a polícia.  

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL