Diario de Pernambuco
Busca

Crime contra a infância

Bebê é abandonado em estrada de terra em área de matagal e resgatado no Agreste

Caso foi registrado como abandono de incapaz, Delegacia de Taquaritinga do Norte investiga o fato

Publicado em: 18/03/2024 12:46 | Atualizado em: 18/03/2024 15:51

Bebê foi encontrado com pano azul (Foto: Redes Sociais )
Bebê foi encontrado com pano azul (Foto: Redes Sociais )
Um recém-nascido foi resgatado após ser abandonado em uma estrada de terra, em meio a uma área de matagal, no Agreste do estado. 

O caso aconteceu no domingo (17). mas foi confirmado pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) nesta segunda (18). 

O bebê foi encontrado com vida por populares, em uma estrada de barro, nas proximidades do Sítio Xavier, na Zona Rural de Taquaritinga do Norte, distante 196 quilômetros do Recife.
 
O caso chocou a população daquele município de pouco mais de 24 mil habitantes. 
 
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o recém-nascido foi encontrado. O bebê estava enrolado em um lençol e estava com fralda.
 
Populares encontraram e ligaram para o Serviço de Atendimenmto Móvel de Urgência (samu) que esteve no local e levou o bebê para uma Unidade Hospitalar.

Por meio de nota, a Polícia Civil afirmou que a delegacia da cidade registgrou o caso como "abandono de incapaz". 
"As investigações seguem até o esclarecimento do fato", acrescentou.
 
O crime de abandono de incapaz está previsto no artigo 133 do Código Penal brasileiro, que define como o ato de "abandonar pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade, e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono: Pena – detenção, de seis meses a três anos.13 de out. de 2023".

Caso recente
 
Em fevereiro, um recém-nascido foi achado na rua, no Barro, na Zona Oeste do Recife. 
 
Ele estava em uma sacola e havia documentos ao lado. O caso aconteceu no dia 22 de fevereiro, No dia seguinte, a criança recebeu alta do hospital.  
 
O bebê ficou na unidade em observação. Em nota, a direção do Hospital Barão de Lucena (HBL), na Iputinga, disse que ele foi encaminhado para cuidados em instituição de acolhimento, junto ao Conselho Tutelar. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL