Diario de Pernambuco
Busca

Meio ambiente

Área de extração ilegal de areia é interditada na Mata Norte

Outras quatro pessoas foram levadas para a delegacia e mulher levou multa

Publicado em: 29/02/2024 15:55 | Atualizado em: 29/02/2024 16:18

Área de extração de argila foi interditada  (Fot: CPRH)
Área de extração de argila foi interditada (Fot: CPRH)
Uma área usada para extração ilegal de areia no município de Goiana, na Zona da Mata Norte, foi interditada pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).

A determinação de impedir o serviço faz parte da Operação Areia Legal, realizada em conjunto com a Polícia Federal e a Agência Nacional de Mineração. 

A área interditada possui aproximadamente 1 hectare e, durante a operação, os fiscais  da CPRH identificaram que a proprietária do local possuía licença de pesquisa e extração mineral da agência. 
A dona do terreno possuía apenas uma autorização vencida desde outubro de 2023 da Agência Nacional de Mineração.

Por estes motivos, a mulher recebeu dois autos de infração da CPRH: a do embargo da área e a da aplicação de multa, no valor de R$ 53 mil. 

“A proprietária do local possuía licença de pesquisa e extração mineral da agência CPRH, mas a mesma estava vinculada à autorização da Agência Nacional de Mineração, que estava vencida desde outubro de 2023. Sendo assim, a licença da Agência CPRH estava automaticamente inválida”, explicou o diretor de Fiscalização Ambiental da CPRH, Maviael Torchia

Para a extração ilegal estavam sendo utilizados  um caminhão carregado de areia, uma retroescavadeira e duas dragas para extração.

Além disso, quatro pessoas foram encaminhadas para a delegacia da Polícia Federal, no Recife, por suspeita de usurpação de bens da união.

“Também serão investigados pelos crimes ambientais de extração de minério em Área de Preservação Permanente - APP, destruir e danificar a floresta de APP e impedir e dificultar a regeneração natural de florestas”, comentou Torchia.

A areia é um recurso mineral pertencente à Uniã e a extração é feita na maioria das vezes em locais próximos a fundo de vales e dos rios, coincidindo muitas vezes com as matas ciliares, consideradas áreas de preservação permanente (APP). 

A responsabilidade de conceder o direito de mineração é da União, que prevê as medidas compensatórias dos danos causados ao meio ambiente.

A retirada ilegal de areia pode causar erosão acelerada e compactação do solo, que resultam em um processo de desertificação, com alterações inclusive no microclima da região.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL