Diario de Pernambuco
Busca

Ano bissexto

Aniversariante do dia 29 de fevereiro explica como comemora a data; entenda o ano bissexto

As pessoas nascidas no dia 29, devem registrar no dia 28 ou 1° de março
Por: Marcelle Reis
Por: AFP

Publicado em: 29/02/2024 05:15 | Atualizado em: 29/02/2024 12:28

Carolina Coelho é uma das pessoas que nasceram em 29 de fevereiro (Foto: Sandy James/DP)
Carolina Coelho é uma das pessoas que nasceram em 29 de fevereiro (Foto: Sandy James/DP)

Assim como a Copa do Mundo, as Olimpíadas e as eleições, o ano bissexto também acontece de quatro em quatro anos.

E com isso, acrescenta-se mais um dia ao mês de fevereiro. Em vez de terminar no dia 28, ele termina no dia 29; de 365 dias, o ano passa a ter 366 dias. 

O dia extra foi adotado em 45 a.C. em Roma, na Itália, pelo imperador Júlio César. O astrônomo alexandrino Sosígenes desenvolveu um calendário que fosse mais preciso com tempo de translação da Terra. 

Ao comprovar que, ao todo são 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 56 segundos, o dia a mais foi acrescentado a cada quatro anos para compensar os anos que não fossem bissexto.

A médica dermatologista, Carolina Coelho, 48 anos, é uma das pessoas que nasceram no dia 29 de fevereiro.
 
O fato se tornou algo que ela leva com humor e ressalta que acha legal saber e contar a história para as pessoas.

"Nos anos que não tem 29, fui registrada no dia 28. Você não pode registrar quem nasce dia 29 no dia 29, nos anos que não são bissextos. Deve-se registrar dia 28 ou dia 1º de março, e meu pai falou: ‘ah, você nasceu em fevereiro, então vou registrar em fevereiro’. E aí foi registrado dia 28, dia em que, normalmente, eu comemoro o meu aniversário".

Carolina ainda diz que este ano, vai comemorar no dia 29. 

"O lado positivo é que todo mundo lembra de você, porque a maioria não conhece ninguém que tenha nascido no dia 29 de fevereiro ou nem sabe que era do ano bissexto, e aí vem a explicação. Mas é bom, porque todo mundo lembra, quando é dia 29 todo mundo liga pra dar parabéns e aí passa uns três dias dando parabéns, porque eles dão no dia 28, no dia 29, no dia 1°, mas é bem legal. Eu acho ótimo porque é diferente", afirma.

 A dermatologista comenta que as pessoas gostam de ouvir a história referente ao seu nascimento. 

"Eu nasci no dia 29 de fevereiro, em um domingo de carnaval, minha mãe tinha ido ver o carnaval e depois começou a entrar em trabalho de parto. A gente morava no Recife, mas acabei nascendo em Olinda, porque minha mãe estava na casa da minha avó. Era no meio do domingo de carnaval, nasci à tarde, e aí meu avô tinha uma câmera de filmar, antiga, e fez o filme, com o carnaval e depois eu na maternidade. Meu avô, me chamava de Carolina Carnaval e Cinzas, e sempre foi a vida toda isso, e é bem legal a história, é marcante".

Carolina cita também que apesar de uma raridade, em sua família, também teve outro caso de nascimento no dia 29 de fevereiro no ano bissexto.

"A minha tia avó, que é irmã do meu avô materno, também nasceu no dia 29, a gente tem algumas festas que fizemos juntas, tenho fotos, da comemoração das duas da família que nasceram no mesmo dia, que é bem raro. É ótimo que eu não estava só, né? Imagina você ser criança e nascer num dia que não existe. E aí eu não estava sozinha, desde que eu nasci eu tinha outra pessoa que também tinha a mesma data de nascimento que eu na mesma família", explica.

Coelho explica que as pessoas sempre dão parabéns no dia 28, familiares e pessoas mais próximas dão no dia 29 quando é bissexto e dia 1° são os esquecidos e confusos com as datas. 

Confira abaixo algumas curiosidades

Múltiplo de 4, mas não de 100

Os egípcios antigos tentaram ajustar seu calendário ao ciclo natural das estações. 
 
Mas foi Julio César que introduziu os anos bissextos com a reforma do calendário romano, ao adotar o chamado calendário juliano em 45 a.C., recorda o Instituto de Mecânica Celeste e Cálculo das Efemérides, ligado ao Observatório de Paris. 

Nos anos de 366 dias, o dia adicional era uma repetição do 24 de fevereiro, ou seja, "o sexto dia bis antes do calendário de março", daí a palavra "bissexto", enquanto na língua inglesa, optou-se pela expressão "leap day" (dia do salto). 

Com a mudança para o calendário gregoriano em 1582, "o dia extra é acrescentado no final do mês de fevereiro, o dia 29", acrescenta o IMCCE. 

Como a Terra não leva exatamente 365 dias e seis horas para dar a volta ao Sol, mas sim 365 dias, 5 horas, 48 minutos e alguns segundos, nem todos os anos múltiplos de quatro são bissextos. Os anos que também são múltiplos de 100 também não são. Portanto, 1900 e 2100 não possuem o dia 29 de fevereiro. 

Envelhecer quatro vezes menos rápido

É o que dizia a atriz francesa Michele Morgan, morta aos 96 anos.
 
"Esse privilégio de envelhecer quatro vezes mais devagar que os demais é o primeiro de uma série de golpes de sorte que tive ao longo da minha vida", brincou a artista, que compartilha a data de nascimento com o compositor italiano Rossini, o ator francês Gerard Darmon, o presidente de Governo espanhol, Pedro Sánchez, o jogador do Barcelona Ferran Torres e o rapper americano Ja Rule. 

Com uma possibilidade em 1.506 de nascer em 29 de fevereiro, apenas poucos milhões de pessoas do mundo têm essa original data de nascimento. 

Na fronteira dos Estados Unidos com o México, os nascidos em 29 de fevereiro têm direito a uma festa em sua homenagem na localidade de Anthony, Texas, autoproclamada a capital mundial dos anos bissextos desde 1988.

"Quer se casar comigo?"
 
Na Irlanda, o governo pagou em 2004 um prêmio de 100 euros às crianças nascidas nesse dia extra para comemorar o décimo aniversário do Ano Internacional da Família, declarado pela ONU em 1994. 

Os irlandeses mantêm também uma tradição que remonta ao século V, que declara 29 de fevereiro como "Dia do Solteiro" ou "Privilégio de Damas", o dia em que as mulheres podem pedir os homens em casamento. A negativa se pagava com um presente, segundo alguns, ou com uma multa segundo outros. 

Em 2010, essa tradição inspirou a comédia romântica "Casa Comigo?", protagonizada por Amy Adams. A revista Times a classificou como "pior filme do ano". 

Bug do ano 2000
 
À medida que o novo milênio se aproximava, as preocupações se concentravam em uma grande falha nos sistemas informáticos em 1º de janeiro. 

Mas, no final, foi o dia 29 de fevereiro daquele ano que causou o susto. Os computadores da polícia caíram temporariamente na Bulgária, assim como os serviços meteorológicos japoneses, o sistema de arquivamento de mensagens da Guarda Costeira dos EUA e o serviço de impostos municipais de Montreal, de acordo com os arquivos da AFP. 

O sistema de computador dos parquímetros de Paris teve de ser corrigido máquina por máquina, pois não previa o dia 29 de fevereiro de 2000. 

De fato, 2000 pode não ter sido um ano bissexto porque os anos que são múltiplos de 100 não são... a menos que também sejam múltiplos de 400, como 2000, 1600 ou 2400.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL