Diario de Pernambuco
Busca

CRIME BÁRBARO

Homem mata a própria mãe dentro de casa, tenta enganar policiais e é preso em flagrante

Crime aconteceu em Gravatá, no Agreste pernambucano, segundo polícia

Publicado em: 29/01/2024 08:07 | Atualizado em: 29/01/2024 14:34

A idosa foi assassinada e o suspeito de autoria do crime é o próprio filho, um homem, de 43 anos  (Foto: Reprodução/Redes Sociais )
A idosa foi assassinada e o suspeito de autoria do crime é o próprio filho, um homem, de 43 anos (Foto: Reprodução/Redes Sociais )

Um homem de 43 anos foi preso por matar a própria mãe dentro da casa da idosa, no município de Gravatá, no Agreste do Estado. 

O caso aconteceu no domingo (28), mas foi confirmado pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) nesta segunda (29). 

O suspeito foi preso em flagrante por por agentes da Delegacia de Gravatá, logo após ter matado a idosa, de 73 anos, dentro da residência onde ela morava, na Rua Padre Cícero, no bairro do Prado, no Centro daquele município. 

O crime chocou a população de pouco mais de 86 mil habitantes, distante 83 quilômetros do Recife. 

De acordo com a polícia, o suspeito matou a mãe com golpes de “objeto contundente”.

Embora a polícia não confirme, após o assassinato, policiais civis foram acionados e se deslocaram para o local do crime, onde durante diligências encontraram o suspeito ainda na localidade. 

Segundo informes preliminares, o criminoso ainda tentou enganar os policiais ao declarar que a idosa teria levado uma queda e morrido acidentalmente. 

No entanto, vizinhos teriam relatado aos investigadores que escutaram os pedidos de socorro da vítima. 

Diante disso, o suspeito foi detido em flagrante e levado à delegacia. 

“O autor foi levado à delegacia para esclarecimentos e realização dos procedimentos cabíveis, ficando em seguida à disposição para audiência de custódia”, disse a polícia em nota enviada ao Diario de Pernambuco. 

Porém, até a última atualização desta matéria, não havia informações para qual unidade prisional o suspeito foi recolhido. 

Ele foi identificado extra-oficialmente como Marcos Amaro da Silva. 

Após passar por perícia do Instituto de Criminalística (IC), o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, também no Agreste pernambucano.
Tags: gravatá | filho | mãe | idosa | assassinato |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL