Diario de Pernambuco
Busca

DP SOCIAL

ONG realiza ações para ajudar e ouvir o próximo

Ação no Bongi surgiu na pandemia e visa cuidar de comunidades em vulnerabilidade social, sobretudo no que mais importa: aplacar a fome

Publicado em: 04/10/2023 10:35

Entidade tem 25 voluntários e busca expandir atuações (Foto: Divulgação)
Entidade tem 25 voluntários e busca expandir atuações (Foto: Divulgação)
Atentos e inquietos ao cenário da pandemia que refletiu o aumento do desemprego e da fome, um grupo de voluntários decidiram criar a ONG Coração Quentinho Recife, em 2021, para ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade social através da distribuição de refeições e de projetos com o foco em servir ao próximo. A ONG já realizou cerca de 150 ações e conta com uma equipe de 25 voluntários. 
 
A fundadora da instituição, Gilma Mendes, explica que o propósito do trabalho desempenhado pela ONG é assistir as pessoas em graus diversos de vulnerabilidade social, promovendo dignidade e cidadania para elas. Os caminhos para contribuir na vida dos beneficiados são através da entrega de refeições, de alimentos não-perecíveis, itens pessoais e domésticos. “Temos como missão humanizarmos nossas ações, realizando com escuta afetiva, visando amparar aqueles moradores das comunidades do entorno das áreas atendidas que se encontram sem alimentos em casa”, enfatizou.

A ONG realiza ações assistencialistas, com a entrega jantares uma vez por mês para a Casa do Pão, localizada no bairro de Santo Antão, região Central do Recife, onde a refeição é direcionada para pessoas em situação de vulnerabilidade. Também é feita a distribuição de jantares uma vez ao mês nos bairros de Afogados e da Encruzilhada. Outra iniciativa é a entrega de cestas básicas nas comunidades do Bongi, Afogados, Prado, Caranguejo, San Martin e da Mustardinha. O Projeto de reforço escolar e oficinas de artesanato para crianças da comunidade do Bongi. Outra ação é a oficina de artesanato e de capacitação profissional para mulheres da comunidade do Bongi. A localidade, em breve, receberá a entrega de sopa. 

A instituição ainda não tem uma sede própria e utiliza a de um dos seus parceiros, no bairro do Bongi.  A ONG pretende passar a fazer as atividades, quinzenalmente, aumentando a quantidade de pessoas ajudadas. A idealizadora da iniciativa social relata que o maior desafio é doação suficiente para a continuidade das ações. “A captação de recursos financeiros, pois vivemos de doações dos voluntários e amigos. E a chegada de voluntários e de uma pessoa para gerir as redes sociais”, afirmou.

A entidade está aberta para as pessoas interessadas em ser voluntário, que auxiliará nas demandas dos projetos executados. O contato para o voluntariado pode ser feito pela rede social Instagram,  @ongcoracaoquentinhorecife ou pelo telefone (81) 98733-1912 para saber mais informações e se inscrever. 

A próxima ação da ONG Coração Quentinho Recife, em parceria e projeto social NovOlhar, será a Festa do Dia das Crianças, que acontece no dia 14 de outubro, às 14h, na Praça do Bongi. Para o evento está sendo arrecadado lanches, como pacotes de biscoitos, pipoca, salgadinho, guloseimas, como confeitos, pirulitos e jujuba, paçoca e geladinho. Doações de alimentos não-perecíveis, peças de roupas, brinquedos, cadeiras de rodas, peças de banho, cama e sofá e móveis, em bom estado, também podem ser doados. O contato para a entrega da doação física deve ser realizado pelo (81) 98733-1912. A contribuição financeira também é possível pelo Pix, cuja chave é: 81987331912. 

Se você participa de uma Organização Não Governamental (ONG) ou conhece projeto social e deseja que a história dessa ação seja contada no DP+Social, sugira através do nosso e-mail: social@diariodepernambuco.com.br.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL