Diario de Pernambuco
Busca

ELEIÇÕES

Eleição de Conselhos Tutelares pode bater recorde de participação popular no Recife

Pleito foi realizado neste domingo (1º) e transcorreu de forma traqnuila, segundo Conselho da criança

Publicado em: 01/10/2023 18:32 | Atualizado em: 02/10/2023 07:33

Pleito foi realizado neste domingo (1º) e transcorreu de forma tranquila, segundo Conselho da criança (Rômulo Chico/Diario de Petnambuco)
Pleito foi realizado neste domingo (1º) e transcorreu de forma tranquila, segundo Conselho da criança (Rômulo Chico/Diario de Petnambuco)
Eleições tranquilas e estimativa de recorde de eleitores que saíram de suas casas para ir até os locais e exercer o direito de votar. Essa é a expectativa da organização das eleições para os novos mandatos de conselheiros tutelares no Recife. 

Com as urnas fechadas às 17h, deste domingo (1), o Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente do Recife (Comdica), previu que a capital pernambucana bateu o recorde de eleitores que cumpriram seu dever de votar, com aproximadamente 100 mil eleitores comparecendo nos locais de votação, espalhados pelas seis Regiões Político Administrativa (RPAs) da cidade.

A votação para os novos conselheiros tutelares em Pernambuco terminou às 17h e, até a última atualização desta matéria, não havia registros de ocorrências e confusões, sendo assim considerada com “normalidade” a realização do pleito nos 184 municípios do estado. 

No Recife, segundo o Comdica, são 88 candidatos disputando 40 vagas, com um mandato de quatro anos vigente. De acordo com o presidente do Comdica em Recife, Wellington Pastor, com o término da votação, as 559 urnas eletrônicas serão encaminhadas para o Compaz Ariano Suassuna, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, para que sejam apurados os votos e assim o resultado dos eleitos seja divulgado pela entidade. 

“Estamos com a perspectiva que o Recife bateu o recorde com o número de votos, sendo aproximadamente 100 mil eleitores comparecendo aos locais de votação. A última eleição, em 2019, esse número foi de 60 mil. Nosso trabalho envolveu mais de 2 mil servidores para garantir a realização de um pleito tranquilo. Até o momento consideramos que foi tranquilo o andamento das eleições, com alguns pontos de votação apresentando filas, mas sem o registro de ocorrências. Além disso, tivemos três urnas que apresentaram defeito e tiveram que ser substituídas, mas isso não prejudicou o andamento do pleito”, destacou Wellington Pastor.

Até a última atualização desta matéria, não havia a divulgação do resultado dos novos conselheiros eleitos em Pernambuco.
Com as urnas fechadas às 17h, deste domingo (1), o Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente do Recife (Comdica) terá novos conselheiros para um mandato de quatro anos. 
 (Rômulo Chico/Diario de Pernambuco)
Com as urnas fechadas às 17h, deste domingo (1), o Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente do Recife (Comdica) terá novos conselheiros para um mandato de quatro anos. (Rômulo Chico/Diario de Pernambuco)

Valeu a pena 

As eleições para os novos mandatos de conselheiro tutelares ocorreu neste domingo (1), em um dia de sol e muito calor no Grande Recife, sendo o segundo final de semana da chegada da primavera, com altas temperaturas e várias programações de lazer para os recifenses. 

Mesmo assim, muita gente saiu de casa e escolheu seu destino: ir até o local de votação e escolher seu candidato para ser um novo conselheiro tutelar.

A reportagem do Diario de Pernambuco percorreu alguns locais de votação e constatou que muitos eleitores compareceram e exerceram seu direito de voto. Foi o caso da professora aposentada Sônia Cysneiros, de 75 anos, que se deslocou do bairro da Jaqueira, na Zona Norte do Recife, e compareceu ao seu local de votação, a Escola Estadual Governador Barros Lima, nas Graças, na área Central do Recife. Segundo ela, todo esforço de sair do conforto de casa com a presença dos netos e ir votar, é gratificante. 

“Sou professora aposentada, com mais de 25 anos em sala de aula e, para mim, é muito gratificante vota pela primeira vez numa eleição para conselheiros tutelares. Isso porque eu acredito na educação e nos direitos constitucionais dos direitos das crianças e dos adolescentes. Então para mim, mesmo estando em casa com a família, é um direito e dever sair e comparecer aqui para votar em meu candidato”, destacou a aposentada. 
O Operador de Elevatória, Antunes José, compareceu ao seu local de votação e cumpriu seu direito de voto.  (Rômulo Chico/Diario de Pernambuco)
O Operador de Elevatória, Antunes José, compareceu ao seu local de votação e cumpriu seu direito de voto. (Rômulo Chico/Diario de Pernambuco)

Já o operador de Elevatória, Antunes José, de 42 anos, saiu de Casa Amarela, na Zona Norte da capital, para também comparecer a Escola Governador Barros Lima, para exercer seu direito de voto e, segundo ele, cumprir seu papel na importância de participar das eleições de novos conselheiros. 

“É de extrema importância minha presença aqui para cumprir o nosso dever de eleitor. Vir votar porque quero que meu conselheiro siga devidamente a cartilha que o ECA exige, desempenhando com excelência seu papel na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. Por isso saio de casa com grande satisfação para votar e assim farei sempre que possível”, enfatizou.

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL