Diario de Pernambuco
Busca

OPORTUNIDADE

Pernambuco lança programa Juntos pela Segurança

Publicado em: 31/07/2023 18:50

Governadora divulgou também a criação da Secretaria de Justiça Penal (Foto: Ruan Pablo/DP)
Governadora divulgou também a criação da Secretaria de Justiça Penal (Foto: Ruan Pablo/DP)
O governo de Pernambuco lançou na tarde desta segunda-feira (31), o programa Juntos pela Segurança, que apoia a política de segurança pública e defesa social do estado e vai atuar a partir de ações articuladas em territórios estratégicos com o objetivo de promover a segurança e reduzir a violência. A governadora do estado, Raquel Lyra, foi recebida sob forte aplauso pelos aprovados no concurso da polícia penal. A tarde marcou o anuncio de concurso público e a criação de uma secretaria voltada ao sistema penitenciário de Pernambuco. 

Essa política pública, de acordo com o governo estadual, está sendo lançada já com R$ 1 bilhão de recursos garantidos para sua execução e conta com novidades como a articulação com municípios para atuação na prevenção e utilização da inteligência de dados para definição de metas. A cerimônia aconteceu no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Estiveram presentes a governadora Raquel Lyra, acompanhada de sua vice, Priscila Krause. Além dela, estavam o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Álvaro Porto, a secretária de Defesa Social, delegada Carla Patrícia, Lucinha Mota, secretária de Justiça e Direitos Humanos, e a deputada estadual Dani Portela.

Em seu discurso, a governadora Raquel Lyra disse estar ciente dos altos índices de violência no estado. “Sabemos o diagnóstico de segurança pública do nosso estado. A gente sabe que pode fazer muito mais do que estamos fazendo até agora, não pela falta de capacidade do trabalho dos nossos policiais que colocam suas vidas em risco pra colocar na rua a segurança pública, mas sabemos que podemos fazer mais se a gente agir de maneira integrada, se agirmos fazendo investimento de verdade e sairmos do discurso para prática”, declarou. 

Durante a cerimônia, Raquel Lyra também anunciou a criação da Secretaria do Sistema Penitenciário, para, segundo ela, dar um passo adiante diante da situação que o sistema se encontra. “Nós estamos declarando à população a decisão da criação da Secretaria de Administração do Sistema Penitenciário para garantir ao sistema do estado um novo patamar, garantindo mais visibilidade e infraestrutura de pessoal, de apoio logístico para que a gente possa seguir as obras e permitir uma resposta maior no sistema penitenciário. A gente sabe que grande parte dos crimes são direcionados de dentro do sistema penitenciário e o sistema caótico que a gente tem hoje permite isso com muita facilidade”, comunicou. 

A partir desta segunda-feira (31) até o dia 1º de setembro acontecerá uma escuta popular por meio do site: www.juntospelaseguranca.pe.gov.br, onde a população poderá dar sugestão de como melhorar a segurança pública no estado. Durante todo o mês de agosto também acontece a realização de oficinas com especialistas, academia e sociedade civil que vai até o dia 8 de setembro. 

No dia 28 de setembro, o plano será apresentado à sociedade. O plano estabelece um conjunto de metas e ações com o objetivo de materializar a estratégia de promoção da segurança e redução da violência no estado, esteja finalizado. 

“Eu não vou descansar um segundo enquanto governadora do estado de Pernambuco, enquanto a gente não conseguir reverter esses índices,  não só da violência para a população em geral e também da violência contra a mulher que faz de Pernambuco um dos estados mais violentos do Brasil”, reiterou a governadora. 

Após o ato foram entregues oito mil coletes balísticos, 200 novas viaturas da PM, completando a troca de 415 já realizadas, além de seis veículos de Auto Resgate e um veículo do tipo Auto Busca e Salvamento com Cães (ABSC) para o Corpo de Bombeiros.

Concursos 

Na cerimônia, foi anunciado o concurso público para 3,8 mil novos profissionais, sendo 3,3 mil vagas de praças e oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e 445 profissionais na Polícia Civil (delegados, agentes e escrivães).

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL