Diario de Pernambuco
Busca

PROJETO

Movimento Pró-Criança celebra 29 anos com missa presidida por dom Fernando Saburido no Recife

Publicado em: 26/07/2022 18:53

 (Foto: Divulgação.)
Foto: Divulgação.
Entidade sem fins lucrativos da Arquidiocese de Olinda e Recife, o Movimento Pró-Criança completa 29 anos de fundação, nesta quarta-feira (27). Para celebrar a data, o arcebispo, dom Fernando Saburido, preside Missa em Ação de Graças, às 10h, na Basílica do Sagrado Coração de Jesus (Igreja dos Salesianos), na Boa Vista, área central da capital pernambucana. Após a liturgia, haverá show do coral da ONG e toda solenidade será transmitida ao vivo pelas redes sociais.

O Movimento Pró-Criança foi fundado em 1993 pelo engenheiro e professor Sebastião Barreto Campello, 93 anos, e pelo arcebispo emérito da arquidiocese, dom José Cardoso Sobrinho, 89 anos. O projeto nasceu do sonho que um grupo de amigos tinha: retirar todos os meninos e meninas das ruas do Recife, especialmente, os dependentes químicos, por meio de atividades extracurriculares oferecidas no contraturno da escola. Modelo que deu certo e se consolidou com apoio da sociedade.

Por isso, rumo aos 30 anos, o Pró-Criança tem muito o que comemorar. Após a fase mais crítica da pandemia da covid-19 - na qual a instituição permaneceu ofertando educação complementar e realizando ações de segurança alimentar - o ano de 2021 foi marcado pela retomada gradual das atividades presenciais. Foram 4.205 pessoas beneficiadas diretamente com aulas de artes visuais, canto coral, instrumentos de cordas, judô, percussão, dança, flauta, informática e robótica nas três unidades da ONG: Coelhos e Recife Antigo, no Recife; e Piedade, em Jaboatão dos Guararapes. Com o resultado, a entidade se aproxima da marca de 50 mil assistidos.

No âmbito da preparação para o mercado de trabalho - um dos eixos prioritários do Pró-Criança - adolescentes, adultos e idosos foram beneficiados com cursos de informática com capacitação em excel, auxiliar administrativo e encadernação artesanal. Entre os principais projetos realizados nesse segmento, destacam-se o Coletivo Online que forma jovens na área da empregabilidade com apoio do Instituto Coca-Cola Brasil; o Interarte que, por meio do incentivo da Lei Rouanet, acrescentou reforço escolar, teatro e a capoeira nas atividades do Pró-Criança; e o Conto aqui, conto acolá, que financiado pelo Funcultura formou contadores de histórias.

Além dos cursos, os beneficiários do Pró-Criança também recebem acompanhamento psicossocial e participam de encontros de evangelização e letramento. Dessa forma, a ONG impactou 2.000 famílias que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica na Região Metropolitana do Recife.

O diretor-presidente do Pró-Criança, Paulo Barbosa, destaca que o trabalho estendido ao núcleo familiar é crucial para o sucesso das intervenções da entidade na formação cidadã dos educandos.

“É importantíssimo trabalhar a família para que o processo de educação complementar que realizamos em nossas unidades não seja desfeito. E esse contato com a mãe, o pai ou qualquer outra pessoa responsável acontece desde quando a criança e o adolescente chegam à nossa instituição, por meio do setor psicossocial, e esse acompanhamento permanece”, afirma Barbosa.

Combate à desigualdade
Com o aumento crescente da pobreza, o Pró-Criança também intensificou as ações de combate à fome. Por meio do projeto “Direitos Promovidos Crianças, Adolescentes e Jovens com Qualidade de Vida”, a ONG distribuiu quase 6.000 kits de alimentos. Com patrocínio da Fundação Mapfre, as cestas foram confeccionadas levando em conta a necessidade nutricional de adultos e crianças, com itens como feijão, inhame, batata doce e ovos, seguindo orientações da profissional da área.

“A pobreza absoluta atinge mais de 750 mil pessoas só no Grande Recife e essa tem sido uma preocupação constante da nossa instituição, por isso, seguimos com ações de aporte nutricional junto com a oferta de cursos que capacitem essas famílias para que possam quebrar o ciclo da pobreza, mas queremos implantar um programa de erradicação da miséria entre os nossos beneficiários mais pobres”, explica Barbosa.

Credibilidade social
O Pró-Criança vem crescendo ano a ano graças ao apoio da sociedade pernambucana que, mensalmente, ajuda a manter as atividades da instituição e tem permitido a projeção de voos mais altos que possam contemplar ainda mais famílias. Em 2021, a ONG realizou uma movimentação financeira na ordem de R$ 9 milhões, sendo que 80% desse montante foi investido na oferta de educação complementar e alimentação para os beneficiários.

No ano passado, destaca-se ainda a aplicação de R$ 469 mil na recuperação de prédios e aquisição de equipamentos para melhor atender, sobretudo, os meninos e as meninas que frequentam as unidades do Pró-Criança. Com um corpo de colaboradores de cerca de 150 funcionários, a entidade também investiu R$ 31 mil na capacitação dos profissionais, sempre visando oferecer o melhor atendimento ao seu público-alvo.

De acordo com a diretoria financeira, 81% dos recursos foram doados por pessoas físicas, sendo a maior parte via conta de energia elétrica, por meio do Programa Clarear (Neoenergia Pernambuco), e pela fatura de água e esgoto, através da campanha Conta Comigo (Compesa). Os demais recursos foram provenientes de doações de empresas, fundações e convênios.

Também é possível contribuir com o Pró-Criança por meio do PIX 81988029571, depósito ou transferência bancária. Ainda há a possibilidade de ajudar autorizando débito em conta, direcionando parte do imposto de renda ou contribuindo via Lei Rouanet. Para doar basta acessar movimentoprocrianca.org.br/doacao ou ligar para 0800.031.8989.



Pró-Criança em números - ano 2021
4.205 beneficiários
2.000 famílias assistidas
5.964 cestas alimentares distribuídas
1.000 kits de higiene e limpeza 
153 colaboradores
38 voluntários
20 atividades educacionais
3 unidades operacionais
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Três novos caso de varíola dos macacos são confirmados, em Pernambuco

18/08/2022 às 19h49

Prefeitura, Nações Unidas e ICLEI assinam carta de intenção para avançar na construção de resiliência climática e prevenção de desastres no Recife

18/08/2022 às 18h30

Auxílio Paulista sai nesta sexta-feira (19)

18/08/2022 às 18h07

MPPE promove II Encontro de Segurança Pública, em Triunfo

18/08/2022 às 17h26

Araçoiaba promove festival cana-de-açucar

18/08/2022 às 17h23

Duelo de MCs seleciona neste sábado representante pernambucano para a disputa nacional

18/08/2022 às 17h20

Dia D para imunização de crianças e adolescentes é neste sábado (20/08)

18/08/2022 às 17h18

Igarassu divulga programação de shows da festa de Nossa Senhora da Glória

18/08/2022 às 17h01

Prefeitura do Recife inicia construção do Compaz Ibura

18/08/2022 às 17h00

Saúde do Paulista abre inscrições gratuitas para programa de atividades físicas

18/08/2022 às 16h58

Prefeitura do Recife divulga programação em comemoração à Semana Municipal da Pessoa com Deficiência

18/08/2022 às 16h38

Detran-PE abre mais vagas para primeira habilitação

18/08/2022 às 16h29

Procon/PE encontra produtos vencidos em lojas de produtos pet

18/08/2022 às 16h24

Paulista realiza Dia D de Vacinação contra a poliomielite e multivacinação neste sábado (20)

18/08/2022 às 16h14

No Dia do Ciclista, o Recife aprimora sua estrutura cicloviária

18/08/2022 às 16h03

Morre artista Erisson Luiz

18/08/2022 às 15h59

Estudantes de Fernando de Noronha participam de oficina de Cultura Maker

18/08/2022 às 15h48

Prefeitura do Recife inaugura Unidade de Cuidados Paliativos no Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, na Estância

18/08/2022 às 15h30