Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

VACINA

Prefeitura do Recife anuncia Pfizer como opção de segunda dose para quem já tomou Astrazeneca

Publicado em: 24/11/2021 19:32 | Atualizado em: 24/11/2021 20:22

 (Foto: Christof Stanche/AFP
)
Foto: Christof Stanche/AFP

No Recife, quem tomou a primeira dose da vacina da Astrazeneca terá a opção de receber o imunizante da Pfizer no momento em que for tomar a segunda dose. A intercambialidade entre as vacinas das duas marcas, que já chegou a ser utilizada no processo de imunização de gestantes em julho deste ano, estará disponível, a partir desta quinta-feira (25), nos 22 postos de vacinação fixos montados pela Prefeitura do Recife e também nas localidades do município onde a imunização ocorre de forma itinerante.

O intervalo para completar o esquema vacinal continua sendo de 60 dias após a primeira dose. Quem tomou o imunizante da Astrazeneca deve fazer o agendamento da segunda dose no Conecta Recife respeitando esse prazo. Nos postos, as vacinas dos dois fabricantes estarão disponíveis para que o usuário conclua o seu esquema básico de imunização contra a Covid-19. Pesquisas internacionais indicam que o esquema heterólogo (combinação entre vacinas) tem apresentado boa eficácia na indução de uma resposta do sistema imunológico, otimizando a proteção proporcionada pelas vacinas disponíveis.

No Recife, das 36 mil pessoas que tomaram a primeira dose da vacina da Astrazeneca e ainda não receberam a segunda, cerca de 29 mil já estão aptas a fazer o agendamento para completar o esquema vacinal básico. Até o momento, 5.895 pessoas que compõem esse grupo já marcaram o dia e a hora de tomar a segunda dose por meio do Conecta Recife.

RECIFE VACINA

Desde o início do Plano Recife Vacina, em janeiro, mais de 2,6 milhões de doses de imunizantes contra a Covid-19 foram aplicadas. Além de salas de vacina e postos em esquema drive-thru, pontos de vacinação itinerantes também foram montados pela Secretaria de Saúde (Sesau) em mais de 100 localidades do município. Outra estratégia é o Carro da Vacina, projeto lançado com o objetivo de orientar os cidadãos, por meio de mensagens de apelo popular, sobre a importância da imunização. Profissionais de saúde também já visitaram mais de 100 escolas públicas das redes estadual e municipal para, sem a necessidade de agendamento, aplicar as vacinas em adolescentes de 12 a 17 anos, com autorização dos pais ou responsáveis.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Grupo Diario de Pernambuco