Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PANDEMIA

Noronha estende dose de reforço para todos os moradores que tenham mais de quatro meses da segunda aplicação

Publicado em: 08/11/2021 15:38

 (Foto: Karol Vieira )
Foto: Karol Vieira
A partir da próxima quarta-feira (10), a Administração de Fernando de Noronha começará a aplicar a dose de reforço da vacina contra Covid-19 em todos os moradores e trabalhadores que já tenham, no mínimo, quatro meses da aplicação da segunda dose, independentemente da idade. A decisão foi tomada após uma reunião entre autoridades de saúde de Pernambuco e a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que define as ações relacionadas à pandemia.

Noronha já atingiu a meta de 100% da população adulta vacinada com as duas doses. Para a dose de reforço será utilizado o imunizante da Pfizer, mesmo que as doses anteriores tenham sido aplicadas com outro imunizante.

“Noronha vai estender a dose de reforço para toda a população acima de 18 anos com o objetivo, justamente, de reforçar a imunização dessas pessoas. A gente quer garantir que a imunidade dos noronhenses permaneça alta. Há estudos do Ministério de Saúde que indicam a necessidade das doses de reforço, essa estratégia está sendo nacional. Para Fernando de Noronha vai ser algo espetacular”, comemora Fernando Magalhães, superintendente de Saúde do distrito.

Cerca de 300 doses da vacina foram enviadas à ilha neste primeiro momento para garantir o reforço nos ilhéus. Quem estiver apto a receber a aplicação pode se dirigir ao Posto de Saúde da Família das 8h às 12 e de 13h às 17h.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco