Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PETS

Especialista alerta sobre como prevenir câncer de próstata em cães e gatos

Publicado em: 23/11/2021 08:15 | Atualizado em: 23/11/2021 08:33

Para evitar a hiperplasia prostática benigna, doença mais recorrente em cães machos, a recomendação é castrar os animais. Mensalmente, o Hospital Veterinário do Recife realiza o serviço gratuitamente, oferecendo 1 mil vagas à população.
 (Daniel Tavares/Prefeitura do Recife
)
Para evitar a hiperplasia prostática benigna, doença mais recorrente em cães machos, a recomendação é castrar os animais. Mensalmente, o Hospital Veterinário do Recife realiza o serviço gratuitamente, oferecendo 1 mil vagas à população. (Daniel Tavares/Prefeitura do Recife )
Assim como nos homens, a hiperplasia prostática (câncer de próstata) nos animais é caracterizada pelo aumento do tamanho da próstata. Nos animais, segundo especialistas, a enfermidade possui características benignas. O médico veterinário Elielson Ernesto, diretor do Hospital Veterinário do Recife Robson José Gomes de Melo (HVR), ressalta que, no reino animal, tem se tornado cada vez mais comum identificar esta doença, sobretudo em cães machos. Uma solução para evitar esse o câncer nos bichinhos é a castração. Segundo o especialista, a doença tem predominância em cães machos não castrados, com idade acima dos seis anos. Entre os gatos, a incidência é rara, porém a prevenção é o caminho para se evitar o aparecimento da anomalia.

“A melhor prevenção é através da castração, pois essa doença influencia hormônios como a testosterona, um dos fatores que desencadeiam esta doença de próstata nos animais”, explica Elielson Ernesto. O diretor do HVR orienta que os animais a partir dos quatro meses de vida estão aptos a se submeter ao procedimento, desde que estejam gozando bem de saúde. Além de evitar doenças, castrar animais também promove o controle populacional.


Os sinais clínicos clássicos da doença, de acordo com Elielson Ernesto, são a dificuldade para os animais urinarem e defecarem e/ou discreta presença de sangue na urina. Nos casos mais avançados da hiperplasia prostática, os cães e gatos manifestam fortes dores na região do abdômen. O diagnóstico feito pelo médico veterinário é através do histórico do pet, associado ao exame físico de palpação abdominal e retal e a realização de exame de ultrassonografia.

Castração no Recife
O secretário-executivo dos Direitos dos Animais, Luís dos Anjos, ressalta que toda a população do Recife dispõe, gratuitamente, do serviço de castração no Hospital Veterinário. Ele ressalta que, por mês, são disponibilizadas mil vagas para o procedimento. 

“A SEDA estimula a população a levar seu cão ou gato ao Hospital Veterinário e realizar a castração. Estamos trabalhando para cada vez mais ofertar mais vagas à população, beneficiando não só os animais, mas também seu tutores”, afirma Luís dos Anjos.

Para as castrações, basta os tutores efetuarem os agendamentos nas datas anunciadas pela SEDA, por meio do site da Secretaria (seda.recife.pe.gov.br/) ou pela central telefônica, através do número 4042-3034, e escolher o dia e horário para a cirurgia.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Grupo Diario de Pernambuco