Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

FISCALIZAÇÃO

Duas pessoas são presas após fiscalização em uma fábrica de papel higiênico em Paulista

Publicado em: 30/08/2021 17:00 | Atualizado em: 30/08/2021 17:36

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
A Polícia Civil de Pernambuco realizou, nesta terça-feira (30), uma fiscalização numa fábrica de papel higiênico e toalhas de papel, localizada em Paratibe, Paulista, no Grande Recife. A ação, que contou com o apoio da Delegacia de Polícia de Crimes Contra o Consumidor (DECON), e o Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), resultou na apreensão de nove produtos irregulares por não apresentarem a indicação quantitativa nas embalagens. 

De acordo com a polícia, também foram coletados 128 amostras de papel higiênico e papel toalha para análise em laboratório. A ação ainda interditou todo o lote de produtos fora dos padrões que estavam na fábrica.

"A partir da constatação das irregularidades, os fabricantes e/ou responsáveis por esses produtos têm um prazo de 10 dias para apresentar defesa junto ao instituto. Após o prazo poderá ser estabelecida uma multa que pode chegar até R$ 1,5 milhão de acordo com a lei federal nº 9.933/99", disse a PCPE por meio de nota. 

Duas pessoas foram conduzidas a DECON, onde foram autuadas em flagrante delito pela prática de crimes contra às relações de consumo.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco