Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SAÚDE

Projeto para erradicação das arboviroses é desenvolvido em Brasília Teimosa

Publicado em: 15/07/2021 12:56 | Atualizado em: 15/07/2021 19:05

 (Foto: Rômulo Chico/Esp.DP)
Foto: Rômulo Chico/Esp.DP

A aplicação, no Recife, do projeto de controle dos mosquitos Aedes aegypti através do uso de insetos estéreis, foi apresentada na manhã desta quinta-feira (15) à Agência Internacional de Energia Atômica, que criou a técnica. O encontro aconteceu no bairro de Brasília Teimosa, na Zona Sul. O programa, já em testes por aqui, tem o objetivo de erradicar doenças como dengue, zika vírus e febre chikungunya.

O método consite na liberação de grandes quantidades de insetos inférteis -geralmente os machos-, impedindo a procriação  de novos mosquitos após o cruzamento com as fêmeas. O macho é escolhido também por não se alimentar de sangue humano. Os insetos podem ser liberados com uso de drones.

“Três países estavam no estágio mais avançado no uso de insetos estéreis: Brasil, México e Cuba. O México suspendeu as atividades com a técnica, Cuba concluiu o experimento e o Brasil, que deu sequência à liberação dos insetos estéreis. Foi um desafio muito grande porque Brasília Teimosa e o Brasil vivem uma situação muito delicada do ponto de vista de proliferação dessas doenças causadas pelos Aedes aegypti, as arboviroses. Durante a pandemia continuamos o monitoramento dessas doenças”, afirmou o Diretor Presidente da Moscamed, Jair Virginio.

De acordo com Jair Virginio, 500 mil mosquitos são liberados duas vezes por semana, durante o período diurno. O projeto foi implantado em outubro do ano passado e a fase inicial tem duração de dois anos.

“Começamos a liberação desses insetos em outubro do ano passado. 500 mil mosquitos são liberados duas vezes por semana, no período da manhã. Conseguimos uma redução de 60% na taxa de desenvolvimento dos óvulos, ou seja, a proliferação não aconteceu. Nos dias em que os insetos são liberados a comunidade é avisada e é solicitado a suspensão do uso de inseticidas neste dia para que não mate os insetos estéreis”, explicou. 

Reconhecida por sua eficiência na erradicação e controle de diversos insetos e pragas ao redor do mundo, a Técnica do Inseto Estéril (TIE) é pioneira para controle do Aedes Aegypti. 

 (Foto: Rômulo Chico/Esp.DP)
Foto: Rômulo Chico/Esp.DP

Para Rafael Grossi, diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica, as expectativas de um resultado positivo do projeto são importantes para os estudos na América Latina.  
 (Foto: Rômulo Chico/Esp.DP)
Foto: Rômulo Chico/Esp.DP

“Aqui temos um projeto que dá certo. É muito importante ter um programa desses na América Latina porque é diferente de importar um modelo da Europa ou dos Estados Unidos. Para nós é muito melhor apoiar um projeto local. Estamos demonstrando o que podemos fazer. Não são necessários muitos recursos, essa é a beleza dessa tecnologia. Não precisamos de orçamentos ambiciosos. Aqui já temos dados interessantes que, com continuidade, chegaremos a uma erradicação completa. No Senegal conseguimos fazer com que a população ficasse completamente livre dessas doenças”, 

Para Cássio Peterka, Coordenador do Programa Nacional de Arboviroses do Ministério da Saúde, o projeto é importante para desenvolver estratégias de combate às arboviroses. 

“A solução para as arboviroses não está só na saúde. O saneamento é fundamental, o abastecimento de água contínuo, para que as pessoas não precisem armazenar. Estamos trabalhando para que as tecnologias venham complementar as ações e para que nós consigamos diminuir o uso de inseticidas químicos. Esse projeto é muito importante porque as realidades do Brasil são muito distintas, então não vai ser uma única estratégia que nós vamos conseguir aplicar em todo o Brasil, mas a ideia é trabalhar com várias tecnologias”, declarou. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco