Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

ATO SIMBÓLICO

Profissionais da Imprensa protestam no Dia Nacional de Luta pela Vacinação contra a Covid-19

Publicado em: 09/06/2021 12:01 | Atualizado em: 09/06/2021 12:39

 (Agência Comunicação JCMazella/Reprodução
)
Agência Comunicação JCMazella/Reprodução
Jornalistas, profissionais de comunicação, mídia e imprensa da Capital pernambucana realizaram um ato na manhã desta quarta-feira (9), em frente ao Monumento Tortura Nunca Mais, localizado na Rua da Aurora, no Centro do Recife, com o objetivo de reforçar o pedido de inclusão da categoria dos trabalhadores de mídia entre os grupos prioritários de vacinação contra a Covid-19, uma vez que estes profissionais estão na linha de frente, informando a população sobre a pandemia desde o começo. Integravam o ato membros do Sindicato dos Radialistas do Estado, Sindicato dos Jornalistas Profissionais (Sinjope) e outras entidades representativas, além de profissionais de veículos locais. A partir das 12h, está prevista outra manifestação nas mídias sociais com a hashtag #VacinaAImprensa. Após o ato, a Secretaria da Casa Civil firmou o compromisso com o grupo para tentar incluir a categoria como prioritária.

"Você que está nos ouvindo, lendo ou vendo qualquer informação referente a seguridade contra a Covid-19, você provavelmente que usa máscara e usa álcool em gel, só faz isso porque recebeu essa informação através de um profissional de Imprensa. O Brasil é o país onde mais morrem profissionais da área vitimados pela Covid-19. E somos nós os responsáveis por entregar toda a informação necessária para que as pessoas se protejam contra o vírus e toda informação necessária para que as pessoas possam receber a vacina. Você que já se vacinou, só se vacinou porque soube através da Imprensa onde estava vacinando e como garantir sua vacina. Estamos na linha de frente para garantir a luta contra a pandemia e essa luta tem que ser garantida com a vacina”, disse o presidente do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco (Sinjope), Severino Júnior.

O Dia Nacional de Luta pela Vacinação dos Jornalistas é promovido em todo o Brasil pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e os Sindicatos da categoria, como explica Severino Júnior. "É um ato simbólico, garantindo tudo que preconiza as medidas sanitárias. O Brasil inteiro está fazendo esse Dia Nacional da Vacina dos Jornalistas, porque entendemos que como categoria, é essencial para o trabalho, precisa ser essencial para o recebimento da vacina. Entendemos também que não se trata de corporativismo e nem de ‘fura-fila’. É um ato explicitamente de garantia de direitos. Se nós estamos desde o princípio servindo como ponta de lança, na linha de frente, garantindo as informações necessárias para todas as famílias brasileiras, sem nos protegerem, é preciso que nesse momento sejamos entendidos também como categoria prioritária para o recebimento da vacina", opina.


Repercussão
Em Pernambuco, o ato começou em frente ao Monumento Tortura Nunca Mais, localizado na Rua da Aurora, no Centro do Recife, e foi em direção ao Palácio do Campos das Princesas, sede administrativa do Governo de Pernambuco, no bairro de Santo Antônio.

Após o ato simbólico na manhã de hoje, o grupo foi recebido pelo secretário executivo da Casa Civil do Governo, Eduardo Figueiredo, que reconheceu a importância da imprensa na linha de frente no combate à pandemia e firmou o compromisso para tentar incluir a categoria como prioritária para recebimento vacina.

Programação
Na noite desta quarta-feira (9), a partir das 19h, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) promove, junto aos Sindicatos filiados, a live #VacinaAImprensa, como parte da programação do Dia Nacional de Luta pela inclusão de jornalistas nos grupos prioritários de vacinação.

A transmissão será realizada pelo facebook.com/fenajoficial, com retransmissão dos Sindicatos de Jornalistas, e terá a participação do deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), do diretor do departamento de Saúde da FENAJ, Norian Segatto, e do presidente do Sindicato dos Jornalistas da Bahia, Moacy Neves. A atividade será conduzida pela presidenta da FENAJ, Maria José Braga.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Protesto em Brasília acaba com conflito entre indígenas e policiais
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras, Sérvio Fidney e Marcel Costi
Vacina contra a Covid-19 criada em Cuba tem eficácia de 92%
Pontos fundamentais para fazer uma transição de carreira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco