Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

VACINAÇÃO

Gestantes e puérperas começam a ser vacinadas com Pfizer em Vitória

Publicado em: 24/05/2021 16:38

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Gestantes e puérperas - mulheres com até 45 dias de pós-parto - começam a ser vacinadas em Vitória de Santo Antão para Covid-19 com o imunizante Pfizer. A vacinação vai ocorrer a partir desta terça-feira (25), no Centro de Saúde da Mulher (CESMU), na avenida Silva Jardim, na Matiz, das 11h às 15h30.

A imunização do grupo volta a ocorrer no município depois que o Ministério da Saúde suspendeu a utilização da AstraZeneca para esse público. Na semana passada, por determinação do governo estadual, o grupo passou a ser vacinado em Jaboatão com a Pfizer. De acordo com a Secretaria de Saúde de Vitória de Santo Antão, um ônibus foi disponibilizado para conduzir as pessoas que não tinham como custear a passagem. No entanto, governo de estadual decidiu enviar a Pfizer para todas as cidades do estado.

"Agora que estamos recebendo essa vacina poderemos atender nossas gestantes e puérperas com segurança. Por isso, preparamos toda uma estrutura para recebê-las com maior comodidade", garantiu o Secretário de Saúde do município, Eudes Lorena.

Na rede de frio municipal, os insumos ficarão armazenados entre 2º C e 8 ºC por no máximo 5 dias. Por isso, será necessário reabastecer o estoque municipal semanalmente. 

Agendamento

Para receber as doses, as mulheres precisam realizar um cadastro. No caso das que já fizeram o agendamento para serem imunizadas em Jaboatão, basta aguardar uma ligação reagendando para Vitória de Santo Antão.

Para as mulheres que não se cadastraram ainda e são acompanhadas pelas unidades básicas de saúde, o cadastro é realizado na própria unidade. As que são de área descoberta ou são atendidas na rede particular, por outro lado, precisam ir até o CESMU.

Para se cadastrar, além de documento original com foto e comprovante de residência, as grávidas precisam levar cartão gestante, ultrassonografia ou exames do pré-natal, enquanto as mulheres de resguardo, devem apresentar declaração ou certidão de nascimento do filho. Depois da realização do cadastro, é preciso aguardar uma ligação da Secretaria de Saúde informando a data da vacinação. Para o público que mora na zona rural será oferecido transporte, garante a prefeitura.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Tratamento com remédios anticovid da AstraZeneca não tem resultados positivos
Manhã na Clube: entrevistas com Murilo Hidalgo, Mariana Carvalho e  Elton Gomes
Time de engenheiros se une para montar respiradores 15 vezes mais baratos e salvar milhares de vidas
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco