Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

FISCALIZAÇÃO

CPRH fiscaliza cidades no Sertão de Pernambuco

Publicado em: 03/05/2021 16:07

 (Foto: Divulgação/CPRH)
Foto: Divulgação/CPRH
Uma semana de fiscalização da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) nos municípios de Araripina, Bodocó e Trindade, no Sertão de Pernambuco, resultou na aplicação de multas por infrações ambientais, interdição de estabelecimento sem licença ambiental, apreensão de veículos e resgate de aves silvestres criadas ilegalmente. Na operação de fiscalização, realizada no período de 26 a 30 de abril, a equipe flagrou o desmatamento em três áreas distintas, no município de Trindade. A ação contou com o apoio dos soldados da Polícia Militar de Pernambuco, do batalhão local.

"Com o apoio das imagens de um drone, nós chegamos às áreas, quando os infratores estavam derrubando as árvores e colocando-as em caminhões, que fariam o transporte ilegal. Apreendemos três motosserras e 11 foices e conduzimos os infratores à delegacia. Os motoristas foram multados em R$ 1,8 mil no total", explicou o chefe do setor de Fiscalização Florestal, Thiago Costa Lima.  De acordo com o servidor, na ocasião, não foi possível identificar os proprietários das áreas desmatadas. "No total, oito pessoas envolvidas com o desmatamento responderão criminalmente pela prática do crime ambiental. Mas vamos identificar e multar todos eles”. A equipe da CPRH também apreendeu um caminhão que transportava lenha ilegal  para uma calcinadora, no município de Ouricuri. O motorista teve a carga apreendida e foi multado em 460 reais. Já a calcinadora foi interditada pela falta de licenciamento ambiental.

A fauna silvestre criada ilegalmente também entrou na pauta da equipe de fiscalização florestal. "A equipe tinha a missão de apurar denúncias sobre desmatamento, feitas à Ouvidoria Ambiental e ao Ministério Público de Pernambuco. Mas os agentes ambientais também recuperaram 52 aves silvestres criadas ilegalmente", explicou a coordenadora de Fiscalização Ambiental, Silvana Valdevino.

As aves foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), unidade da CPRH, localizada no Recife. A equipe também apreendeu oito armadilhas usadas para a captura de animais.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco