Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

IMUNIZAÇÃO

Vacinação com dose extra de empatia

Publicado em: 23/04/2021 10:00 | Atualizado em: 23/04/2021 10:06

Lúcia Maria Xavier, 68, chegou ao ponto de vacinação apressada para tomar a segunda dose. (Foto: Hesíodo Góes/ Esp. DP)
Lúcia Maria Xavier, 68, chegou ao ponto de vacinação apressada para tomar a segunda dose. (Foto: Hesíodo Góes/ Esp. DP)
 
Idosos que compareceram ontem ao Parque da Macaxeira, na Zona Norte, para se vacinar contra a Covid-19, não escondiam o sentimento de felicidade por receber a segunda dose e afirmaram não deixar de lado os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus. Além do imunizante, contaram com uma dose extra de empatia, já que no Recife o agendamento acontece apenas pela internet. Muitos receberam ajuda de familiares, agentes de saúde e técnicos de enfermagem do local de vacinação para marcar o retorno. 
 
Eufórica, Lúcia Maria Xavier, 68, chegou ao ponto de vacinação apressada para tomar a segunda dose porque deixou a mãe, de 98 anos, sozinha em casa. Portando um telefone que só realiza chamadas e passa SMS, ela conta que não domina muito os aparelhos tecnológicos e não conseguiria realizar o agendamento sozinha, mas precisava tomar a vacina para se proteger e trazer mais segurança para a mãe. 
 
“Minha sobrinha fez o agendamento porque meu celular é fraco e eu não sei fazer essas coisas. Depois daqui eu continuo do mesmo jeito: com a máscara, lavando as mãos e usando álcool. Vim ligeiro para poder voltar e cuidar da minha mãe, que é acamada”, relatou.
 
Antônio Ferreira, 66, agendou a primeira dose, mas relatou dificuldade para encontrar um dia disponível para retorno.  (Foto: Hesíodo Góes/ Esp. DP)
Antônio Ferreira, 66, agendou a primeira dose, mas relatou dificuldade para encontrar um dia disponível para retorno. (Foto: Hesíodo Góes/ Esp. DP)
Já o aposentado Antônio Ferreira, 66, agendou a primeira dose, mas relatou dificuldade para encontrar um dia disponível para retorno. Com isso, o aposentado resolveu comparecer ao local em que recebeu a vacina para pedir ajuda às técnicas de enfermagem. “Tomei a primeira dose aqui. Eu mesmo marquei pela internet. Para marcar a segunda, eu vim pessoalmente porque estava tendo dificuldade pela internet e as meninas conseguiram marcar para mim.”
 
É importante ficar atento aos prazos estabelecidos para agendamento da segunda dose. A da vacina AstraZeneca deve ser marcada três meses após a aplicação da primeira dose, enquanto o intervalo da CoronaVac é de 14 a 28 dias. 
 
O cadastro e o agendamento devem ser feitos através do site  www.conectarecife.recife.pe.gov.br ou do app Conecta Recife, disponível gratuitamente na PlayStore, para Android, e AppStore. Para receber a vacina, os idosos devem anexar, no ato da marcação, comprovante de residência e o documento de identificação oficial, além de apresentá-los também no dia agendado para vacinação. A capital pernambucana tem 17 pontos de vacinação, entre salas e drive-thrus, continuam funcionando normalmente. Todos os locais funcionam das 7h30 às 18h30, de domingo a domingo. 
 
Os cidadãos de Jaboatão e Olinda não precisam realizar um novo agendamento para receber a segunda dose. A orientação dos dois municípios é para que os idosos retornem ao mesmo ponto de vacinação no qual receberam a primeira dose e devem apresentar o cartão.
 
Profissionais de saúde com atenção redobrada para não deixar dúvidas 
 
A técnica de enfermagem Natália Priscila conta que a rotina profissional foi modificada após a divulgação de vídeos em que são constatadas fraudes na vacinação de idosos em diversas cidades do Brasil. Visando deixar os vacinados mais tranquilos, ela relata a mudança de hábitos adotada para que o idoso acompanhe com calma o passo a passo de sua vacinação. 
 
“Nós já temos atenção, mas estamos redobrando. Mostramos ao idoso quando abrimos o frasco, quando está aspirando a dose. Antes de aplicar, mostramos a seringa com a dose, confirmamos quanto de líquido tem nela e, após a administração, fazemos questão de reforçar que a dose foi injetada no paciente para evitar esses questionamentos sobre aplicação, quantidade certa e diversas outras perguntas”, destacou.
 
As profissionais de saúde do posto de vacinação, localizado no Parque da Macaxeira, enfatizaram também que é importante o idoso comparecer ao local de vacinação acompanhado para que a outra pessoa também observe todo o processo e passe mais segurança para quem está sendo vacinado. Isso porque, muitas vezes, o idoso não consegue acompanhar todo esse processo explicado pelos profissionais que estão atuando na campanha.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Air France e Airbus serão julgadas pelo voo 447 Rio-Paris
Manhã na Clube com Rhaldney Santos -  12/05
Anvisa recomenda suspender vacinação da AstraZeneca para grávidas
Anticorpos contra Covid-19 permanecem no sangue por pelo menos oito meses
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco