Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

EDUCAÇÃO

Reeducandos ganham bolsas e ingressam em curso superior no Recife

Publicado em: 22/04/2021 15:40

 (Patronato Penitenciário/Divulgação)
Patronato Penitenciário/Divulgação
Oito reeducandos do Sistema Penitenciário de Pernambuco ganharam bolsas de estudos para cursos de nível superior. A novidade foi anunciada pelo Patronato Penitenciário, órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), e conta com o apoio do Instituto Recomeçar e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Os reeducandos podem escolher entre Recursos Humanos, Análise de Desenvolvimento de Sistema e Gastronomia. As aulas ocorrem pela modalidade remota.

O Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, ressaltou a importância da educação em poder melhorar a perspectiva de mudança de vida dos egressos. “Esses reeducandos estão aproveitando essa oportunidade para melhorar o seu futuro profissional, como pessoa e como cidadão”, afirma. A iniciativa destina-se aos egressos do regime aberto e livramento condicional do Estado.

De acordo com o Patronato, a escolha dos estudantes se deu a partir de análise realizada durante o atendimento individual com a psicóloga e assistente social. O órgão é responsável por acompanhar os egressos, prestar assistência psicossocial e jurídica, além de fomentar a ressocialização viabilizando cursos e vagas de trabalho.

A Faculdade Senac Pernambuco, localizada no bairro de Santo Antônio, no Centro do Recife, concedeu bolsas de estudos nos cursos de Recursos Humanos, Análise de Desenvolvimento de Sistema e Gastronomia. “A educação profissional é a chave para a transformação social. Para nós, do Senac, é um privilégio ser uma das pontes que contribuirão para a reintegração social destas pessoas”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac-Pernambuco, Bernardo Peixoto.

Com as aulas iniciadas há cerca de um mês pela modalidade remota, por conta da pandemia, os egressos estão comparecendo todos os dias na sala de informática do Patronato Penitenciário. “É o acontecimento mais importante da minha vida, sem sombra de dúvidas. Estou adquirindo conhecimento para em um futuro breve ser um profissional capacitado no ramo da gastronomia”, comenta Clodoaldo Martins, 45 anos, que há três é acompanhado pelo órgão.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Resumo da semana: briga por terceira via em 2022, adeus a Paulo Gustavo e vacinação de gestantes
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco