Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

SAÚDE

Recife inicia vacinação em trabalhadores da saúde contra gripe nesta segunda

Publicado em: 26/04/2021 11:14 | Atualizado em: 26/04/2021 11:27

 (Foto: SES/Divulgação)
Foto: SES/Divulgação
A partir desta segunda-feira (26), os trabalhadores da saúde que atuam no Recife poderão ser vacinados contra a gripe. Eles estão incluídos no grupo da primeira fase da Campanha Nacional Contra a Influenza, que teve início no último dia 12 de abril. De acordo com a Secretaria de Saúde do Recife, a Praça do Carmo será o novo ponto de imunização, substituindo o Parque 13 de Maio, que saiu da lista.

Com isso, a vacina contra gripe, nos pontos volantes, é oferecida no Parque Dona Lindu (Boa Viagem), Sítio Trindade (Casa Amarela) e no Pátio do Carmo (bairro de Santo Antônio). No Dona Lindu e no Sítio Trindade, a vacinação ocorre de domingo a domingo. Já o ponto montado no Pátio do Carmo funcionará de segunda a sábado, já que no domingo este ponto será deslocado para o Marco Zero (Bairro do Recife). Todos os locais têm o mesmo horário de funcionamento, das 8h às 17h.

Além desses três pontos volantes, a imunização ocorre em 153 unidades da Secretaria de Saúde, de segunda a sexta, entre 8h e 17h. Nesta primeira fase, além dos trabalhadores da saúde, estão sendo vacinadas as crianças maiores de seis meses e menores de seis anos, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram bebê até 45 dias).
 
Ainda segundo a Sevretaria, a recomendação do Ministério da Saúde é que a vacina contra a Covid-19 deve ser priorizada e, por isso, é indicado que as pessoas dos grupos elegíveis concluam o esquema vacinal antes de receber a vacina contra influenza. Sendo assim, os idosos a partir de 60 anos e os trabalhadores da saúde só devem ser imunizados contra a gripe 14 dias após tomarem a vacina contra covid.

DOCUMENTOS
Os usuários devem levar um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. Já os profissionais das redes públicas e privadas de saúde precisam levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho.

 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco