Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Síndrome de Haff

Secretaria de Saúde divulga orientações sobre "doença da urina preta" em Pernambuco

Publicado em: 02/03/2021 17:01

 (Foto: Roberto Arrais/Divulgação)
Foto: Roberto Arrais/Divulgação

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou, nesta terça-feira (2), que entre os anos de 2017 e 2021, foram registrados 15 casos da Síndrome de Haff em Pernambuco, conhecida como a “doença da urina preta”. Conforme o órgão, deste quantitativo,10 foram confirmados por critério clínico epidemiológico, sendo quatro em 2017, seis em 2020, e cinco em 2021, estes últimos ainda em investigação. Apesar do recente episódio com a médica veterinária Priscyla Andrade, de 31 anos, que faleceu no Recife com os sintomas suspeitos deste mal, a secretaria ressalta que não há mortes confirmadas pela doença nesse período.

A pasta estadual informou ainda, por meio da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) que, no momento, não há nenhuma restrição voltada para o consumo de peixes e crustáceos em território pernambucano.  Em caso de sintomas sugestivos para doença, o paciente deve procurar atendimento no serviço de saúde mais próximo de sua residência, relatar a sintomatologia e o histórico de consumo de pescados. A investigação epidemiológica de cada caso é feita pelas secretarias de Saúde municipais, com apoio da SES-PE.

TAGS: preta | urina | peixe | casos | haff | síndrome |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco