Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

PANDEMIA

Doação garante testagem para Covid-19 em Noronha por um ano

Publicado em: 23/03/2021 11:07

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
O Arquipélago de Fernando de Noronha recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), uma doação de 5.900 unidades de uma nova modalidade de testes rápidos que, segundo a organização, o novo exame detecta a presença do antígeno, que é uma proteína do vírus, no organismo garantindo 99% de certeza no resultado do exame. De acordo com a gestão da ilha, com o número de exames recebidos é possível realizar a testagem em Noronha no período de um ano.

De acordo com a gestão do Arquipélago, os testes rápidos só têm eficácia com a doença já instalada, portanto não são aceitos pelo protocolo para entrada de visitantes na Ilha.  Nesse caso, a exigência permanece sendo o exame RT- PCR. Os exames com o novo teste rápido são realizados na Unidade de Saúde da Família (USF) e no Hospital São Lucas (HSL).

Ainda segundo a administração de Fernando de Noronha, com os novos testes rápidos, o resultado é divulgado em 15 minutos, acelerando o processo de investigação epidemiológica.

"Se a pessoa estiver sintomática, já no primeiro dia dos sintomas, o teste tem boa sensibilidade para detectar se há contaminação ou não. Com a rapidez do resultado, os contactantes podem ser investigados mais cedo. Isso diminui consideravelmente a capacidade de transmissão dentro da ilha”, avalia o superintendente de saúde de Noronha, Fernando Magalhães.

De acordo com a nota técnica da Organização Pan-Americana da Saúde sobre as indicações do uso do teste, os contactantes diretos dos casos positivos podem realizar os exames a partir do terceiro dia do diagnóstico positivo do caso inicial.

“Essa possibilidade só foi aberta na nota técnica da OPAS para localidades como Fernando de Noronha, a Amazônia e outras localidades que têm difícil acesso aos laboratórios de análise. É um avanço importante e traz um grande benefício que é a possibilidade de se fazer um diagnóstico rápido e preciso e consequentemente fazer a quarentena e isolar as pessoas”, explica Mozart Sales, médico e responsável pela coordenação do termo de cooperação entre a SES-PE e a OPAS.  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco