Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MOVIMENTAÇÃO

Ladeiras de Olinda sem folia e silenciosas neste domingo

Publicado em: 14/02/2021 13:44

 ( Foto: Paulo Paiva /DP)
Foto: Paulo Paiva /DP
As ladeiras de Olinda amanheceram vazias e silenciosas neste domingo (14), sem foliões e sem os tradicionais blocos que faziam a alegria de quem costumava passar o carnaval na Cidade Alta. Poucos moradores e turistas resolveram aproveitar a manhã ensolarada para visitar os pontos turísticos da cidade. Devido às medidas de restrição contra o coronavírus a festa de momo teve que ser cancelada nesse ano. Algumas pessoas, no entanto, resolveram sair fantasiadas de casa para às ruas da cidade, para manter vivo o espírito carnavalesco e a esperança de um futuro carnaval.

 ( Foto: Paulo Paiva /DP)
Foto: Paulo Paiva /DP

Foi o caso de Julia, de apenas dois anos, que estava passeando pelo Alto da Sé fantasiada, com uma sombrinha de frevo e acompanhada pelos pais. A mãe, Janaína Monteiro, de 34 anos, disse que a movimentação no local estava tranquila e que resolveu tirar a manhã do domingo para passear com a filha e com o marido, Cleviton Monteiro, de 36 anos.

A Ladeira da Misericórdia, que era palco e trajeto certo para as tradicionais agremiações carnavalescas, encontrava-se vazia e silenciosa. O movimento de pedestres na região era pouco, apenas alguns ciclistas subiam a ladeira. Não muito distante dali, nos Quatro Cantos, o cenário não era diferente, sem registro de blocos ou dos tradicionais desfiles dos bonecos gigantes - o local era ponto de encontro de troças carnavalescas e de blocos.

"Estamos indo para o Alto da Sé e em seguida vamos ao Recife, almoçar no Mercado da Boa Vista para completarmos o nosso carnaval de hoje", disse Renato Sérgio, de 59 anos. O folião resolveu aproveitar a cidade mesmo sem o carnaval com um grupo de amigas. "Ontem foi aquele vazio dentro de nós, que o Galo da Madrugada deixou. Mas todas essas medidas foram necessárias, ainda penso que estão muito abertas", comentou o folião.

 ( Foto: Paulo Paiva /DP)
Foto: Paulo Paiva /DP

O grupo de amigos concordou que as medidas restritivas e o cancelamento do carnaval 2021 foi justo. "Precisamos de mais fiscalizações na rua para evitar aglomerações e todos devem ter consciência do próximo", disse Maria de Fátima, de 60 anos.

 ( Foto: Paulo Paiva /DP)
Foto: Paulo Paiva /DP

Na praia de Bairro Novo, em Olinda, na altura da Praça do Quartel, o cenário era diferente algumas pessoas estavam aproveitando o dia para tomar banho de mar. Na ocasião, não houve registro de aglomerações como nos últimos feriadões a movimentação era tranquila no local. No calçadão, poucas pessoas praticavam exercício físico. Já na faixa de areia, algumas pessoa aproveitavam para jogar vôlei. 





 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
De 1 a 5: saiba qual é seu perfil profissional e como tirar o máximo proveito dele
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 01/03
Doença da urina preta: síndrome rara pode levar à UTI
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco