Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

MULTA

CPRH aplica multa de R$ 50 mil à Refinaria Abreu e Lima por poluição atmosférica

Publicado em: 10/02/2021 18:34 | Atualizado em: 10/02/2021 19:38

 (Foto: Divulgação/ CPRH)
Foto: Divulgação/ CPRH
A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) aplicou multa no valor de R$ 50 mil à Refinaria Abreu e Lima (Rnest) , por emissão de gases em desacordo com o que preconiza a legislação ambiental. O problema foi detectado após avaliação, realizada no período de 25/12/2020 a 13 de janeiro, na Estação Cupe, localizada no Condomínio Cupe, na Vila Estaleiro, bem como na Estação Ipojuca, localizada na Escola Frei Otto, em Nossa Senhora do Ó.

O laudo técnico, emitido pela CPRH, atesta que a poluição do ar pela emissão dos gases prejudica a saúde e o bem estar da população. De acordo com o diretor de Controle de Fontes Poluidoras da Agência, Eduardo Elvino, a Rnest, por operar em regime de produção baseado em gestão da emissão de enxofre , deveria estabelecer limites e parâmetros de controle, a fim de garantir a qualidade do ar na região.

“Estávamos realizando a interpretação dos dados da qualidade do ar das estações e coincidiu com as denúncias, via Ouvidoria Ambiental, dos moradores da Vila Estaleiro. Eles relatavam que os odores estavam provocando desconforto e problemas de saúde entre a população local”, explicou o diretor.

Baseadas nessas denúncias, equipes das Diretorias de Controle de Fonte Poluidoras (DCFP) e a Técnica Ambiental (DTA) realizaram a avaliação do ar, em quatro estações. Entretanto, a ocorrência de poluição atmosférica foi detectada apenas em duas: na Estação Cupe e na Estação Ipojuca.

Nesta quarta-feira (10), a CPRH notificou a Refinaria Abreu e Lima, que terá prazo de 20, após a notificação, para apresentar defesa administrativa perante o órgão ambiental.
 
Petrobras 

"Resultados verificados por meio de estações de monitoramento da qualidade do ar demonstram que a refinaria Abreu e Lima opera estritamente dentro dos padrões ambientais estabelecidos pelos órgãos fiscalizadores. A refinaria opera normalmente e não há registro de nenhuma intercorrência na operação da unidade que possa colocar em risco a saúde da comunidade do entorno. A Petrobras monitora a qualidade do ar na região em tempo integral. A Petrobras informa, ainda, que irá apresentar defesa esclarecendo que atende os parâmetros da legislação nacional", informou a Petrobras.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Atividades econômicas proibidas em 63 municípios do Agreste e Sertão
Brasil aprova uso definitivo da vacina da Pfizer, mas imunizante ainda não está disponível
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco