Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

CORONAVÍRUS

Boletim: Pernambuco registra 741 casos de Covid-19 e mais 14 mortes

Publicado em: 08/02/2021 18:10

 (Foto: Tobias Schwarz / AFP
)
Foto: Tobias Schwarz / AFP
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (8), 741 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 37 (5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 704 (95%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 271.542 casos confirmados da doença, sendo 31.435 graves e 240.107 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim registra um total de 231.810 pacientes recuperados da doença. Destes, 19.244 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 212.566 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 14 novos óbitos (7 masculinos e 7 femininos), ocorridos entre os dias 30/08/2020 e 07/02/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Araripina (1), Belém de São Francisco (1), Carnaubeira da Penha (1), Custódia (2), Garanhuns (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Ouricuri (1), Panaratama (1), Recife (1), Sanharó (1), Santa Terezinha (1) e Terra Nova (1). Com isso, o Estado totaliza 10.508 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 49 e 86 anos, além de um bebê de 1 mês. As faixas etárias são: 0 a  9 (1), 40 a 49 (1), 50 a 59 (2), 60 a 69 (4), 70 a 79 (2) e 80  ou  mais  (4).  Do total, 12 tinham doenças pré-existentes: doença cardiovascular ( 7), diabetes (5),  câncer  (3),  hipertensão (2), histórico de tabagismo ( 2), doença renal (1), imunossupressão (1),  obesidade (1)  - um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais casos seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 25.788 casos foram confirmados e 45.481 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

Balanço da vacinação

Pernambuco já aplicou 200.648 doses da vacina contra a Covid-19, das quais
195.191 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 107.982 dos trabalhadores de saúde (91,7% dos 117.638 contemplados com o quantitativo recebido), 23.180 da população indígena (86,7% de 26.729) e 58.712 idosos a partir dos 85 anos (78,1% de 75.159), além de 4.712 idosos em Instituições de Longa Permanência (191,3% das 2.462) e 605 pessoas com deficiência institucionalizadas (465,3% das 130), bem acima da média prevista. Em relação à segunda dose, 5.350 trabalhadores de saúde e 107 idosos institucionalizados já foram vacinados e finalizaram o esquema.

Nestas primeiras semanas de início da vacinação contra a Covid-19, Pernambuco vem, mais uma vez, mostrando sua expertise na imunização da população. Dadas as condições de fornecimento de insumos, Pernambuco já provou sua agilidade na aplicação das vacinas. Em 2020, por exemplo, em apenas 1 mês, foram imunizadas mais de 1,4 milhão de pessoas contra a influenza, campanha que tem grupo prioritário similar ao da imunização contra a Covid-19. Do total, foram mais de 1,1 milhão de doses em idosos, 259 mil em profissionais de saúde e 39 em mil indígenas.

Diferente de ações anteriores, neste momento, as gestões estadual e municipais se deparam com um quantitativo de doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde (MS) aquém do total das populações prioritárias. Contudo, por meio de pactuações na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e no Comitê técnico-científico, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) tem discutido a ordem de priorização e as estratégias para otimizar o uso do insumo.

Importante lembrar que a orientação do Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19 é que a segunda dose da vacina da Sinovac/Butantan seja feita entre o 21º e 28º dia - esta segunda-feira (08.02) marca o 21º dia após a primeira aplicação no Estado. Essa vacina tem sido utilizada em todos os grupos prioritários do momento, exceto os idosos a partir dos 85 anos, que estão utilizando o imunizante da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, que indica a segunda dose apenas três meses após a primeira.

Por fim, a SES-PE reforça o compromisso de proteger com agilidade os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19 e que aguarda mais doses do Ministério da Saúde para continuar dando seguimento aos Planos Nacional e Estadual de imunização.

Novas doses

Em 24 horas após aterrissar no Aeroporto Internacional do Recife, por volta das 11h do último domingo (7), a nova remessa de vacinas contra a Covid-19 já chegou a todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), em uma operação logística que envolveu os técnicos do Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) e o apoio da Secretaria de Defesa Social (SDS), além da companhia aérea Azul para o transporte aéreo do insumo para o Sertão. Das 118.200 unidades recebidas, para primeira e segunda doses dos trabalhadores de saúde, mais de 93,4 mil foram destinadas às cidades pernambucanas. As outras 24,7 mil ficaram com o Estado para imunização de sua rede, como pactuado com os gestores municipais na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Após chegarem ao aeroporto, todos os imunizantes foram levados ao PNI-PE para verificação de temperatura e divisão das vacinas por municípios e Geres. Na tarde do próprio domingo, o primeiro carregamento seguiu por via aérea com destino a Petrolina, que, além das doses da região, distribuiu, por via terrestre, para as Geres de Ouricuri, Salgueiro e Serra Talhada; e por via terrestre para Afogados da Ingazeira. Os quantitativos das demais Gerências começaram a ser despachados às 6h desta segunda (8).

Com essa remessa, Pernambuco já recebeu mais de 511 mil doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 427.560 unidades da vacina da Sinovac/Butantan, para as duas doses, e 84 mil da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz, apenas para a primeira - o Ministério da Saúde informou que encaminhará a segunda dose posteriormente. Com as unidades recebidas, já é possível atender 60% dos trabalhadores de saúde e 100% dos idosos a partir dos 85 anos, idosos em instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas e população indígena.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
De 1 a 5: saiba qual é seu perfil profissional e como tirar o máximo proveito dele
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 01/03
Doença da urina preta: síndrome rara pode levar à UTI
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco