Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

METRÔ

Operação Linha Segura: PM irá atuar nos vagões e estações do Metrô do Recife

Publicado em: 05/01/2021 16:18 | Atualizado em: 05/01/2021 21:43

 (Foto: Divulgação/PM)
Foto: Divulgação/PM
Uma parceria entre a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e a Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS), através da Polícia Militar, poderá levar mais segurança ao Metrô do Recife, que tem sido cenário de assaltos e furtos nos últimos anos. Foi iniciada nesta terça-feira a Operação Linha Segura, que visa combater a criminalidade nas instalações do sistema em toda a Região Metropolitana do Recife.

Através do programa, a PM vai disponibilizar um efetivo de 60 policiais que farão a segurança nas plataformas e dentro dos trens. Eles também coibirão o comércio irregular. Os policiais trabalharão no período da folga e serão remunerados pelo Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES), que será custeado pela CBTU. O policiamento do Batalhão de Choque da Polícia Militar se dividirá entre as Linhas Centro e Sul do metrô. O convênio irá custar mensalmente R$ 318 mil, totalizando R$ 3,8 milhões por ano.

Os policiais estarão distribuídos em estações e também em patrulhas móveis nas composições. "A gente já vinha há algum tempo tentando celebrar esse convênio com a PM, que atrasou um pouco devido à pandemia. (A parceria) vai resgatar a confiabilidade do ponto de vista da segurança no nosso sistema do Metrô aqui do Recife", disse o superintendente da CBTU Recife, Carlos Ferreira.
"Nós não estamos impedindo o ambulante de comercializar. Ele só não pode comercializar no sistema por conta da lei que não permite", completou Ferreira. O comércio ambulante nos trens, estações e terminais é proibido conforme o Decreto Lei do Governo Federal n° 1.832/96 e o Regulamento do Sistema de Transporte Público de Passageiros, através do Decreto n° 14.845/91.

Todos os ambulantes informais que forem encontrados no sistema de transporte serão orientados a se retirar. Caso o comerciante insista, será tomada a mercadoria e seguidas as medidas legais cabíveis. Segundo o superintendente, a principal reclamação dos usuários é o comércio ilegal que transita dentro e fora dos vagões do Metrô. O sistema de monitoramento da CBTU Recife tem 1.380 câmeras de alta resolução. Essas imagens serão analisadas 24 horas por dia.

“Os PM foram instruídos acerca das peculiaridades do terreno com linhas energizadas, movimento das composições e uma série de regras. Também foram informados sobre os tipos penais que ocorrem no sistema”, disse o comandante do Batalhão de Choque, tenente-coronel Tibério Noronha. Segundo ele, o efetivo ainda irá dar apoio de segurança para os agentes da CBTU fazerem, se for o caso, a apreensão dos materiais.

TAGS: segura | linha | pm | cbtu | recife | metrô |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: como as mudanças no WhatsApp afetam sua privacidade
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 25/01
Enem 2020: professores do Colégio Núcleo comentam ao vivo as provas deste domingo
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco