Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

RESTRIÇÕES

Principais praias de PE têm comércio proibido no réveillon, contudo, orlas não serão fechadas

Publicado em: 29/12/2020 16:20 | Atualizado em: 30/12/2020 21:20

Litoral de Ipojuca. (Foto: Vinicius Lubambo)
Litoral de Ipojuca. (Foto: Vinicius Lubambo)
Com a proximidade do réveillon, cidades litorâneas de todo o país vêm adotando medidas preventivas e restrições para tentar evitar aglomerações e, com isso, a disseminação em massa da Covid-19. No Recife, as atividades comerciais da orla serão liberadas até às 17h do dia 31, sendo retomadas às 6h do dia 1º de janeiro. Assim como Recife, Jaboatão dos Guararapes e Olinda também adotarão o mesmo horário de funcionamento do comércio na orla, além das três cidades partilharem das restrições de não ser permitida a instalação de toldos, tendas, mesas, cadeiras e guarda-sol, nem uso de caixas térmicas e similares na faixa de areia e calçadão, durante o mesmo período. Contudo, diferente de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, as principais praias de Pernambuco não terão a orla fechada, sendo permitido a entrada de grupos na faixa de areia durante o réveillon.

No badalado litoral sul pernambucano, onde estão localizados Porto de Galinhas, Serrambi, Maracaípe, Muro Alto e demais praias do município de Ipojuca, assim como Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, também não poderão ter comércio, cadeiras, mesas, tendas, coolers e sons durante réveillon na orla. As regras e restrições foram divulgadas na tarde desta terça-feira (29). Em relação ao comércio ambulante, a prefeitura de  Ipojuca informou que já existe o Decreto municipal nº 485/2018 que regulamenta o comércio na orla de Ipojuca, permitindo o funcionamento das 6h às 18h. 

Sobre os polêmicos festejos que vem ocorrendo nas famosas praias do litoral norte, a prefeitura afirma: "A fiscalização relativa às restrições será feita pela Secretaria de Defesa Social (SDS) e pela Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano. A conscientização da obrigatoriedade do uso de máscaras e dos perigos quanto a aglomeração estão sendo feitas em duas frentes: a Secretaria de Turismo distribuindo máscaras diariamente no balneário de Porto de Galinhas e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte do Ipojuca (AMTTRANS) junto com a Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária municipal realizando diariamente barreiras sanitárias”.

Já a prefeitura de Paulista confirmou à reportagem que está aguardando um decreto estadual para que os gestores do município possam definir os detalhes das regras e restrições para a virada de ano, neste ano atípico da Covid-19, nas praias localizadas em Paulista, litoral sul de Pernambuco.  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Mundo tem recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 27/01
AstraZeneca defende eficácia em idosos depois de questionamentos
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 26/01
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco