Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Suicídio

Polícia conclui que PM encontrado morto em carro cometeu suicídio

Publicado em: 03/12/2020 11:35

 (Foto: TV Globo/Reprodução)
Foto: TV Globo/Reprodução

A Polícia Civil de Pernambuco concluiu as investigações do caso do desaparecimento do policial militar Igor Bernardo dos Santos Gomes, de 24 anos, que desapareceu no dia 24 de outubro de 2020 e foi encontrado sem vida no dia 02 de novembro. A polici apontou causa da morte como suicídio.

"As buscas se concentraram nos trajetos que a família repassou, várias imagens foram solicitadas. Conhecidos de uma ex-namorada dele estavam passando pelo local e, ao reconhecer o veículo, informaram à ex-namorada que, de imediato, comunicou à família. Sem dúvidas foi uma ação suicida. Todas as perícias foram realizadas e as imagens foram esclarecedoras", revelou o Delegado Francisco Júnior, titular da DP de Pessoas Desaparecidas/DHPP.

De acordo com o delegado, a película escura do carro dificultou a identificação do corpo do policial. Na investigação também foi definido após análise das imagens de câmeras de segurança que, segundo a Polícia, mostraram que não houve participação de outras pessoas no veículo onde o corpo de Igor foi encontrado.   

"Muitas pessoas estacionaram ao lado do carro, encostaram no veículo, mas o que dificultou a identificação do corpo foi a película ser muito escura. Essa rua tem o movimento intenso e no dia acontecia uma obra, onde o barulho pode ter feito com que as pessoas não ouvissem o disparo", informou Francisco Júnior. 

Relembre o caso

O corpo do policial da Rádio Patrulha Igor Bernardo Santos Gomes, 24 anos, foi encontrado na na Rua Carlos Pereira Falcão, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. O policial estava desaparecido desde o dia 24 de outubro. Em avançado estado de decomposição, o corpo estava dentro do carro que pertencia a Igor e a confirmação da identidade foi feita por amigos e familiares que acompanharam os trabalhos dos peritos.

Há alguns dias os moradores da região sentiam um forte odor vindo do veículo e ao verificarem viram um corpo no banco do motorista. Segundo os peritos do Instituto de Criminalística (IC), ele foi encontrado com um tiro na testa e estava no banco do motorista que estava reclinado. No banco do passageiro foi encontrada uma pistola .40, que ele usava em serviço, com uma munição deflagrada. Os peritos atestaram que o corpo já estava no local há vários dias.

O policial foi encontrado a poucos metros da casa do pai. Segundo o delegado responsável pelo caso, Felipe Monteiro, a chave do veículo estava na ignição.

 

Segundo a namorada do policial, a médica Maria Clara Cordeiro Batista, Igor teria saído por volta das 11h, para encontrar um corretor de imóveis. Após isso, teria enviado uma mensagem para ela dizendo que a amava. Essas foram as últimas notícias que a família teve sobre Igor Bernardo.

 

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Verão inspira cuidados com a saúde e alimentação
Resumo da semana: enfim, a vacina, posse de Biden e cerco contra os fura-filas
Rede de voluntários faz diferença em Manaus
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão - Algas e fungos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco