Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

CASO MIGUEL

'Tenho certeza que a justiça esclarecerá a verdade', Sarí Corte Real envia carta para mãe de Miguel

Publicado em: 05/06/2020 20:19 | Atualizado em: 05/06/2020 20:38

 (Foto: Reprodução/ Instagram)
Foto: Reprodução/ Instagram
A primeira dama de Tamandaré, Sarí Corte Real, enviou uma carta para a mãe de Miguel Otávio da Silva, criança de cinco anos que morreu sob sua tutela ao cair do nono andar do Píer Maurício de Nassau, no bairro do São José, área central do Recife. No texto enviado a Mirtes Renata, que trabalhava como empregada doméstica para a esposa do prefeito Sérgio Hacker, a empregadora pede perdão. 

“Te peço perdão. Não tenho o direito de falar em dor, mas esse pesar, ainda que de forma incomparável, me acompanhará também pelo resto da vida. Estou sendo condenada pela opinião pública como historicamente outros foram. As redes sociais potencializam o ódio das pessoas. Tenho certeza que a Justiça esclarecerá a verdade”, escreve Sarí em um trecho da carta. 

A primeira dama também se diz solidária ao sofrimento de Mirtes e que não esperava pelo pior. “Nunca, mas nunca mesmo, pude imaginar que qualquer mal pudesse acontecer a Miguel, muito menos a tragédia que se sucedeu”, escreve Sarí. 

“Na nossa casa sempre sobrou carinho e amor por você, Miguel e Martinha. E assim permanecerá eternamente. Rezo muito para que Deus possa amenizar o seu sofrimento e confortar seu coração”, finaliza o texto. 

Leia o texto na íntegra: 

Como mãe, sou absolutamente solidária ao seu sofrimento. Miguel é e sempre
será um anjo na sua vida e na sua família.

Não há palavras para descrever o sofrimento dessa perda irreparável.

Nunca, mas nunca mesmo, pude imaginar que qualquer mal pudesse acontecer
a Miguel, muito menos a tragédia que se sucedeu.

Te peço perdão. Não tenho o direito de falar em dor, mas esse pesar, ainda que
de forma incomparável, me acompanhará também pelo resto da vida. Estou sendo
condenada pela opinião pública como historicamente outros foram. As redes sociais
potencializam o ódio das pessoas. Tenho certeza que a Justiça esclarecerá a verdade.

Na nossa casa sempre sobrou carinho e amor por você, Miguel e Martinha. E
assim permanecerá eternamente.

Rezo muito para que Deus possa amenizar o seu sofrimento e confortar seu
coração.

Sarí Gaspar
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco